Menu
Início Parceria de milhões: Possível união entre Elon Musk e gigante WEG prevê fornecimento de motores para os foguetes fabricados pela SpaceX

Parceria de milhões: Possível união entre Elon Musk e gigante WEG prevê fornecimento de motores para os foguetes fabricados pela SpaceX

26 de julho de 2023 às 17:24
Compartilhe
Compartilhar no WhatsApp
Compartilhar no Facebook
Compartilhar no LinkedIn
Compartilhar no Telegram
Compartilhar no Twitter
Compartilhar no E-mail
Siga-nos no Google News
WEG, SpaceX, ações
Foto: Reprodução / Twitter

Ações da WEG em alta após resultados positivos e possível parceria com SpaceX

As ações da WEG estão em uma trajetória ascendente desde a divulgação de seus resultados do segundo trimestre de 2023. Desde então, os papéis não param de subir, alcançando um ganho acumulado de 18,15% desde o dia 18 de julho até o fechamento desta segunda-feira (24). Segundo o InfoMoney, as ações viraram para o positivo no ano, registrando ganhos acumulados de 9,19%. Esse desempenho, além da divulgação da parceria com a SpaceX, fez com que as ações da WEG se destacassem como líderes de ganhos do Ibovespa.

Os ótimos resultados das ações da WEG superaram as projeções já otimistas. O destaque positivo foi a receita no mercado externo, que cresceu 25% em um ano, com aumentos significativos na América do Norte (21%) e Europa (48%). 

Artigos recomendados

O bom desempenho das ações no mercado externo foi impulsionado pela demanda sólida por equipamentos eletroeletrônicos industriais de ciclo curto, especialmente na América do Norte, e pelos projetos de Transmissão e Distribuição (T&D) nessa região, com vendas de transformadores para parques de energia eólica e solar. Além disso, a WEG alcançou uma rentabilidade surpreendente, graças a preços menores de insumos, mix favorável e melhorias de produtividade.

Revisões de projeções e potencial de valorização

Em resposta aos resultados sólidos, várias casas revisaram suas projeções para a WEG para cima. O Bradesco BBI, mesmo com recomendação neutra, elevou o preço-alvo em 3%, de R$ 38 para R$ 39, representando um valor 6% menor em relação ao fechamento de segunda-feira. 

Já o JPMorgan, com recomendação overweight (acima da média do mercado), aumentou o preço-alvo de R$ 47 para R$ 50, refletindo um potencial de valorização de 20% em relação ao fechamento de segunda-feira. O JPMorgan destaca a capacidade da WEG de superar expectativas, as perspectivas positivas para o mercado de T&D na América do Norte e o desconto histórico do valuation como fatores que sustentam a recomendação.

Possível parceria com SpaceX impulsiona ações

Segundo o Jovem Pan (24/07), a brasileira WEG, a maior fabricante de motores elétricos do mundo, foi supostamente escolhida pelo bilionário Elon Musk para fornecer motores para a SpaceX. Isso porque os motores de propulsão dos foguetes da empresa aeroespacial consomem grande quantidade de oxigênio. Assim, a SpaceX trabalharia na criação de uma unidade de autoprodução do gás para evitar a compra do produto. 

A SpaceX utilizaria os motores da WEG em plataformas de produção de oxigênio em alto mar, acoplados a compressores usados nos mecanismos de separação de ar, que são um dos componentes fundamentais dos foguetes. De acordo com o Jovem Pan, a decisão de escolher a WEG foi baseada na qualidade dos motores e na agilidade da companhia em customizar uma linha de produtos em tempo recorde.

No entanto, uma fonte revela que o que levou a essa interpretação foi uma nota feita pela própria WEG em 10 de julho, mencionando o fornecimento de motores para o projeto da SpaceX com a Atlas Copco. Apesar da alteração da nota sem o nome das empresas envolvidas devido a contratos de confidencialidade, a notícia da possível parceria entre WEG e SpaceX ganhou força, impulsionando as ações.

Relacionados
Mais recentes
COMPARTILHAR