Nova fábrica de produtos lácteos será construída no estado do Ceará. R$ 50 milhões serão investidos e novos empregos serão gerados

Roberta Souza
por
-
17-06-2021 11:09:51
em Indústria e Construção Civil
Fábrica – empregos – Ceará Fábrica da Betânia Lácteos/ Fonte: Betânia

A nova fábrica de leite em pó da Betânia será instalada na cidade de Morada Nova, no Ceará. A previsão é que a nova indústria gere renda e empregos ao local

Uma nova fábrica de produtos lácteos será instalada no estado do Ceará, o que só está sendo possível porque o governador Camilo Santana e seu secretário de Desenvolvimento Econômico e Trabalho, Maia Júnior, convenceram o sócio e CEO da Betânia Lácteos, Bruno Girão, a construir no Ceará e não na Bahia, como estava previsto. A fábrica – já em fase de testes – terá R$ 50 milhões em investimento, gerando renda e empregos no estado. Veja ainda: Nova fábrica da Intelbras será construída no estado de Santa Catarina. R$ 40 milhões serão investidos e 120 empregos podem ser gerados

O acordo para a nova fábrica se instalar no Ceará

Os entendimentos iniciais entre o governo do Ceará e a Betânia foram feitos pelo seu também sócio e diretor de Assuntos Institucionais, Jorge Parente Frota Júnior. O Ceará ganhou a disputa pela fábrica de leite em pó da Betânia Lácteos, oferecendo-lhe um cardápio de incentivos fiscais melhor do que o apresentado pelo governo baiano.

Em reunião preliminar, Bruno Girão, Maia Júnior e Jorge Parente concordaram na localização da fábrica em Morada Nova, onde o Grupo Betânia possui uma moderna planta industrial, que produz toda a linha de lácteos. Em seguida, a reunião decisiva foi com o governador Camilo Santana, que assegurou a concessão do menu de incentivos.

A nova unidade da Betânia Lácteos e geração de empregos no Ceará

A fábrica de leite em pó da Betânia em Morada Nova terá equipamentos argentinos, que poderão processar, diariamente, até 200 mil litros de leite, transformando-os em leite em pó. A princípio, as embalagens do leite em pó, com a marca Betânia, serão de 200 e 800 gramas para o consumidor doméstico; a embalagem industrial será em sacos de 25 quilos.

A nova fábrica cearense do Grupo Betânia, que será inaugurada em data a ser marcada pelo governador Camilo Santana, está abrindo 50 novos empregos diretos.

Veja ainda: Fábrica da Troller pode ser transferida para o Porto do Pecém, no Ceará, devido à produção de grafeno

Já estão em níveis avançados as negociações para a venda da Troller e o potencial comprador já pensa em trazer as operações para o Ceará. Mas, para que isso aconteça, será necessário a transferência da fábrica da Troller para o Porto do Pecém, por conta do grafeno.

A possível receptora da fábrica da Troller é a Zona de Processamento de Exportação (ZPE), que, atualmente, fica em Horizonte. O motivo é que o grupo que está interessado na Troller está ligado à produção de pás de energia eólica. O interesse no ZPE ocorre por conta da facilidade para a instalação de uma linha de produção de grafeno, que é extraído a partir da grafita, encontrado no Maciço de Baturité, na região de Aracoiaba. O grafeno seria produzido na mesma fábrica da Troller, no Porto do Pecém, para a aplicação em torres de aerogeradores, que sustentam as pás eólicas.

Tags:
Roberta Souza
Engenheira de Petróleo, pós-graduanda em Comissionamento de Unidades Industriais, especialista em Corrosão Industrial. Entre em contato para sugestão de pauta, divulgação de vagas de emprego ou proposta de publicidade em nosso portal. Não recebemos currículos