Multinacional Great Panther troca U&M Mineração, que administrava a mina Tucano, pela mineradora Minax após queda na produção de onças de ouro

Ruth Rodrigues
por
-
26-04-2022 23:24:26
em Mineração
A mineradora Minax é a nova administradora da mina Tucano e irá substituir a U&M Mineração após a empresa causar um grande déficit na produção de onças de ouro no local, de acordo com os dados divulgados pela Great Panther, que comanda a operação Fonte: Brasil Mining Site




A mineradora Minax é a nova administradora da mina Tucano e irá substituir a U&M Mineração após a empresa causar um grande déficit na produção de onças de ouro no local, de acordo com os dados divulgados pela Great Panther, que comanda a operação

A companhia Great Panther, que comanda uma série de operações no setor da mineração no Brasil, anunciou na última segunda-feira, (18/04), a troca da empresa U&M Mineração pela mineradora Minax na administração da mina Tucano, no Amapá. Isso ocorreu como forma de compensar a queda na produção de onças de ouro que aconteceu durante o primeiro trimestre do ano de 2022.

Vídeo: Conheça um pouco mais sobre a mina do futuro

Devido a sua produção, a Tucano é considerada pela companhia Great Panther, como a mina do futuro. Fonte: YouTube

Queda na produção das onças de ouro na mina Tucano causou a substituição da U&M Mineração pela empresa Minax e a mineradora agora terá que compensar déficit

Após uma queda de 43% na produção das onças de ouro na mina Tucano, no Amapá, registrada pela empresa Great Panther no primeiro trimestre de 2022 na comparação anual com o ano de 2021, a companhia anunciou a troca da empresa U&M Mineração pela Minax, que terá agora que compensar essa produção e ficará responsável pela administração da mina, com o objetivo de voltar à produção esperada do minério ao longo dos próximos meses. 

Os dados da empresa Great Panther sobre a mina Tucano mostram que, entre janeiro e março deste ano, foram produzidas 14.319 onças de ouro, contra 24.978 onças no período equivalente do ano de 2021, uma queda expressiva para um local com tanto potencial para produção das onças de ouro. Além disso, o volume dos primeiros três meses deste ano ainda apresenta uma queda de 31% em relação às 20.850 onças dos últimos três meses do ano passado, agravando ainda mais a situação da U&M Mineração na administração do local. 

A mina Tucano é uma das maiores de todo o Brasil e conta com uma grande reserva de ouro para a produção das onças, mantendo assim uma grande expectativa na empresa Great Panther. Assim, a companhia mostrou que a mina Tucano foi responsável por 98,03% da produção de ouro do período, com 14.037 onças e, por isso, não poderia deixar a mineradora continuar com uma baixa produtividade no local, vendo na Minax uma nova chance para compensar a produção e expandir ainda mais a operação nos próximos meses.

Apesar da baixa produtividade da U&M Mineração, empresa Great Panther destaca outros motivos na queda da produção de ouro e coloca sobre a Minax a responsabilidade de colocar mina nos eixos

Embora a administração da U&M Mineração não tenha sido o que a Great Panther esperava para a mina Tucano, no Amapá, a empresa precisou afirmar que outros fatores levaram à baixa produção no local. Assim, a mina também foi fortemente afetada pela reconciliação da mina e maior tonelagem de minério moído ao longo desses primeiros meses do ano de 2022. 

Além disso, em sua nota oficial, a Great Panther comentou sobre a chegada da nova mineradora e afirmou: “Para superar os problemas de desempenho do contratado anteriormente indicados, a mobilização de nosso novo contratado de mineração, Minax, começou durante o trimestre. A empresa continua a trabalhar em estreita colaboração com seu atual contratado, U&M, para garantir uma transição segura e eficiente com a Minax. Durante a transição, a Tucano continuará a compensar o deficit de tonelagem extraída da U&M com a capacidade da nova frota de minas Minax”.

Por fim, a empresa ressaltou o desmonte contínuo das cavas TAP AB, TAP C e Urucum North como outro fator que levou à baixa produção, mas afirmou que está trabalhando com a mineradora Minax para reverter o quadro.

Sites Parceiros

Publicidade




Tags:
Ruth Rodrigues
Formada em Ciências Biológicas pela Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN), atua como redatora e divulgadora científica.