Metalúrgica investirá US$ 25 milhões em nova fábrica de alumínio, no estado de São Paulo

Roberta Souza
por
-
29-07-2021 22:46:07
em Economia, Negócios e Política
Fábrica – alumínio – São Paulo Sede da Termomecânica, em São Bernardo do Campo, SP/ Fonte: Termomecanica – Divulgação

A nova fábrica de alumínio da Termomecanica, será instalada na cidade de São Bernardo do Campo, no estado de São Paulo

A Termomecanica, metalúrgica de transformação de cobre e suas ligas em produtos semielaborados e acabados, irá inaugurar no próximo mês uma nova fábrica, dessa vez focada na produção de barras de alumínio. Com investimento de 25 milhões de dólares, a planta instalada em São Bernardo do Campo, no estado de São Paulo, estima iniciar a operação com capacidade de produzir até 30 mil toneladas dos derivados do metal por ano. Veja ainda: Com investimento bilionário, estado de Minas Gerais irá receber 3 fábricas de latas de alumínio

A construção e os investimentos da nova unidade, no estado de São Paulo

Os aportes incluíram a construção da fábrica em São Paulo, a aquisição de equipamentos e a instalação de novas tecnologias. Atualmente, a Termomecanica tem um patrimônio líquido avaliado em mais de 800 milhões de dólares.

O presidente da companhia, Luiz Henrique Caveagna, disse que o foco da fábrica é o mercado de distribuição de energia. Hoje, a Termomecanica pode fabricar 80 mil toneladas de produtos de alumínio, cobre e suas ligas. “Essa nova linha de produção representa o aumento do nosso portfólio, de vergalhão, de barras e tubos. E o nosso principal nicho é o mercado de energia. As obras de expansão dos linhões e a distribuição são segmentos onde queremos estar presentes.”

Veja ainda: Fabricante de materiais de construção anuncia investimentos de R$ 2,5 bilhões e construção de nova fábrica no estado de São Paulo

A prefeitura de Botucatu e a Dexco (antigo Grupo Duratex), anunciaram em coletiva de imprensa, a construção de uma fábrica de alta tecnologia para a produção de revestimentos cerâmicos na cidade no interior de São Paulo. Com um investimento de R$ 600 milhões e capacidade de produção de 10 milhões de m² por ano, a companhia terá a primeira fábrica com tecnologia 4.0 desde sua inauguração.

Todas as linhas de produção da nova fábrica em construção, iniciarão seus trabalhos já robotizadas, com auto diagnóstico de máquinas e prontuários para manutenção via mobile. A unidade atenderá as marcas Ceusa e Portinari, produzindo placas cerâmicas de grandes formatos, que podem ser utilizadas em bancadas e fachadas, substituindo chapas de mármore.

 A construção desta nova fábrica em São Paulo, complementará a produção de revestimentos cerâmicos das quatro unidades da companhia localizadas no sul do Brasil, no estado de Santa Catariana nas cidades de Urussanga e Criciúma. O prazo de construção é de aproximadamente dois anos. A Dexco estima a geração de 350 empregos diretos na região e planeja a entrega da primeira linha de produtos produzidos no local para 2023.

Os investimentos da empresa em suas unidades somarão R$ 2,5 bilhões em três anos. Serão R$ 500 milhões na divisão Madeira, principal negócio da companhia, R$ 1,1 bilhão na Deca, R$ 600 milhões em nova construção da fábrica de revestimentos cerâmicos, R$ 100 milhões na aquisição de fatia minoritária da rede ABC da Construção, R$ 100 milhões em fundo de “venture capital” e R$ 100 milhões em aportes pontuais. Além do aumento da capacidade, os investimentos possibilitarão melhora de margens.

Tags:
Roberta Souza
Engenheira de Petróleo, pós-graduanda em Comissionamento de Unidades Industriais, especialista em Corrosão Industrial. Entre em contato para sugestão de pauta, divulgação de vagas de emprego ou proposta de publicidade em nosso portal. Não recebemos currículos
fwefwefwefwefwe