Macaé está prestes a retomar o comando do petróleo na Bacia de Campos

Reunião sobre revitalização de campos maduros em Macaé

No dia 31 de julho, Macaé terá seu futuro decidido no ramo offshore em reunião sobre revitalização de campos maduros. Tudo está favorável

[supsystic-social-sharing id=’1′]
A revitalização dos campos maduros na Bacia de Campos será literalmente a salvação de Macaé, segundo especialistas dos setor. Muitas empresas globais já confirmaram que irão participar das próximas etapas de leilões de blocos exploratórios organizados pela  ANP entre os anos de 2017 à 2019.

Acontece que na Bacia de Campos, há campos de exploração que já estão em produção desde de a década de 80 e estas mesmas estão entrando em declínio devido ao esgotamento desses poços. Mas a Petrobras junto com outros órgãos científicos do setor, descobriram que é possível revitalizar estas mesmas fontes empregando novas tecnologias. É aqui que Macaé entra na jogada!

Por que Macaé ainda é o foco das empresas?

Apesar de toda crise e recessão econômica, Toda infraestrutura tecnológica/ industrial no ramo de óleo e gás ainda está na cidade. A Bacia de Campos ainda é um palco de negócios na casa dos bilhões de reais e o potencial de empregabilidade será de aproximadamente 25 mil empregos quando este sistema for implementado.

Com esta nova perspectiva, no dia 31 de julho( segunda-feira) haverá uma reunião sob organização da OTC (Offshore Tecnology Conference), ao qual representantes da Petrobras, Macaé e empresas interessadas em assumir a concessão compartilhadas destes campos maduros, irão discutir projeções e estimativas para este novo ciclo de prosperidade na cidade.

Expectativas

Depois que todas as pautas desta reunião forem solucionadas, restará apenas a permissão da Petrobras em compartilhar e concessionar a produção destas reservas nos campos maduros com empresas que já DETÉM A TECNOLOGIA NECESSÁRIA PARA REVITALIZÁ-LAS. Apesar de já estarem muito tempo em produção, com aplicação destas novas técnicas ainda haverá muito petróleo para extrair nestes campos que estavam em vetor negativo de produtividade.Quando a Petrobras der o “OK”, instantaneamente investimentos na ordem dos bilhões serão injetados na economia do ramo offshore, óleo e gás na Bacia de Campos. Tão imediato quanto, será a aberturas de vagas de trabalho, contratações e recolocação de profissionais demitidos pela crise que vem afetando o setor.

Macaé sem dúvidas ainda é muito importante para a cadeia econômica no ramo de combustíveis fósseis no Rio de Janeiro, no país e até mesmo internacionalmente. O momento é agora e esperamos vir com boas novas nos próximos dias.

Fontes: Pronunciamento oficial do Prefeito, O Debate On, Jornal Nacional, Sindipetro

Se você quiser ficar por dentro de tudo o que acontece no setor, acesse a Página do Click Petróleo e Gás no Facebook. +++Participe do nosso grupo de empregos também, mas leia as regras antes de entrar em nossa comunidade.

Trabalhe embarcado em 4 passos

Já imaginou um tipo de emprego ao qual você trabalha 6 meses e folga 6, além de um faturamento anual que ultrapassa fácil os 100 mil reais? Parece um sonho, mas é totalmente possível. O método 4 Passos Para Trabalhar Embarcado oferece todos os recursos que você precisa para trilhar o caminho rumo ao sucesso profissional, nas verdade nem precisa ter formação técnica ou superior, apenas vontade. Pessoas reais e comentários reais de profissionais que estão tendo sucesso com este material. Mas o método por si só não faz milagres, você têm que querer, desejar muito...  Não basta fazer cursos, estudar muito e torcer para que o mercado absorva você, o conhecimento é a chave, e esta chave você encontra no curso 4 Passos Para Trabalhar Embarcado clicando aqui.
The following two tabs change content below.
Paulo Nogueira
Formado em Eletrotécnica e entusiasta do setor de tecnologia, já atuei em empresas do ramo de energia, óleo e gás como técnico de operações, Pressure Downrole Gauge Operator e em plataformas de completação do Brasil e exterior