Início Lista completa com as 25 profissões com mais demanda de vagas de emprego no Brasil para este ano, segundo LinkedIn

Lista completa com as 25 profissões com mais demanda de vagas de emprego no Brasil para este ano, segundo LinkedIn

23 de janeiro de 2022 às 11:19
Compartilhe
Siga-nos no Google News
LinkedIn - empregos - vagas de emprego - oportunidades - profissões em alta
Trabalho: Linkedin destaca as áreas de tecnologia e suprimentos entre as com mais chances de terem ofertas de emprego em 2022 (CSA Images/Getty Images)

Mesmo com alto índice de desemprego no Brasil, LinkedIn listou uma série de vagas de emprego que estarão disponíveis este ano, em profissões que estão em alta no mercado    

A plataforma LinkedIn fez uma pesquisa para descobrir quais profissões em alta vão gerar mais vagas de empregos no Brasil em 2022. Sem surpresa, o topo da lista continua sendo ocupado pela área de tecnologia, e na sequência vem ciência de dados e design. É necessário conhecer as profissões em alta no mercado de trabalho, para que seja possível se enquadrar nas oportunidades e conseguir alcançar seus objetivos de vida. Com base nisso, o LinkedIn reuniu, em uma lista, os 25 empregos que serão tendência no país em 2022.

Leia também

Profissões em alta no mercado brasileiro

Um(a) Recrutador(a) Especializado(a) em Tecnologia é responsável por realizar buscas e selecionar candidatos para vagas de emprego relacionadas à área da tecnologia. O salário está em torno de R$ 2.149,00. Já o responsável por criar soluções e ferramentas de automação, que sirvam para ajudar plataformas digitais, se chama Engenheiro de Confiabilidade de Sites. O salário é de R$ 9.269.

Um Engenheiro(a) de Dados, que é responsável pela supervisão, gerenciamento, recuperação, monitoramento, otimização, armazenamento e distribuição de dados em uma empresa, ganha um salário de R$ 7.701,00.

Desse modo, um especialista em Cibersegurança pode ganhar até R$ 9.558,00 para atuar no sistema de proteção de dados da empresa e de seus clientes. Há também o Representante de Desenvolvimento de Negócios, podendo ganhar um salário de até R$ 2.652,00, e o Gestor de Tráfego, com um salário que pode variar de R$ 4 a R$ 5 mil. Engenheiro(a) de Machine Learning ganha até R$ 7.950 para desenvolver e programar sistemas de aprendizado de máquinas.

Outras profissões listadas pelo LinkedIn

Pesquisador(a) em Experiência do Usuário, com salário de R$ 6.657,00. Cientista de dados, uma das profissões em alta, pode ganhar um salário a partir de R$ 6.144,00. O Analista de Desenvolvimento de Sistemas pode ganhar um salário de R$ 4.549,00. Engenheiro(a) de robótica ganha em média R$ 5.018,95. O Desenvolvedor(a) Back-end possui uma média de ganho de R$ 3.026,29.

O Gerente de Engajamento, geralmente responsável por melhorar a experiência do cliente, ganha a partir de R$ 3.629. O Gerente de Equipe de Produto ganha até R$ 10.354,00 para fazer o acompanhamento de todas as etapas de desenvolvimento de um produto ou serviço.  

Excelentes salários nas profissões em alta

Além das profissões em alta listadas acima, há também vagas de emprego para:

  • Engenheiro de QA (Quality Assurance), ganhando R$ 4.580
  • Consultor(a) de gestão de dados, com salário até R$ 6.382,00
  • Líder de experiência do cliente, ganhando até R$ 8.271,00
  • Analista de design, que ganha a partir de R$ 3.567,00
  • Analista de soluções (R$ 4.845,00)
  • Analista de gestão de riscos (R$ 5.135,00)
  • Consultor(a) de design de produto (R$ 2.995,00)
  • Coordenador(a) de vendas internas (R$ 4.591,00)
  • Enfermeiro(a) intensivista (R$ 3.453,00)
  • Designer de conteúdo (R$ 1.800,00)
  • Instrutor(a) de Agile, que apenas compartilha seu conhecimento com outras áreas e ganha em média R$ 7.979,00.  

Por fim, vale destacar que todos os dados listados nessa matéria foram divulgados oficialmente através de um levantamento da plataforma LinkedIn.

Curtiu? Apoie nosso trabalho seguindo nossas redes sociais e tenha acesso a conteúdos exclusivos. Não esqueça de comentar e compartilhar.
Facebook Facebook
Twitter Twitter
LinkedIn LinkedIn
YouTube YouTube
Instagram Instagram
Telegram Telegram
Google News Google News

Relacionados
Mais recentes