Indústria de Biocombustíveis FS investe milhões para tornar-se uma das quatro maiores produtoras de etanol do Brasil

Roberta Souza
por
-
01-12-2021 10:19:22
em Biocombustível
etanol, milho, biocombustíveis Fonte: somosmilhoes.com

A Indústria de Biocombustíveis reportou receita líquida no segmento de etanol de R$ 1.050,3 milhões no 2º trimestre do ano fiscal 2022

A FS Agrisolutions Indústria de Biocombustíveis Ltda, líder em produção de etanol de milho, nutrição animal e energia, reportou a receita líquida de R$ 1,05 milhões no segmento de etanol, no 2º trimestre do ano fiscal 2022 (2T22). Além disso, a empresa apresentou EBITDA (quantidade de recursos que a empresa gera somente em suas atividades principais) de R$ 617 milhões e lucro líquido de R$125 milhões no mesmo período.

Confira ainda:

Durante essa etapa, a FS processou cerca de 834,5 mil toneladas de milho, o que representa um aumento de 29,2% em relação ao 2T21, sendo esse último influenciado pelo início da expansão da sede em Sorriso/ MT, em fevereiro de 2021.

Com essa expansão, a indústria de biocombustíveis tornou-se capaz de produzir 1,4 milhão de metros cúbicos de etanol anidro anualmente. A produção total de etanol anidro no trimestre foi de 366,7 mil metros cúbicos, o que, em relação ao período anterior, representa um aumento de 32,9%.

Receita líquida por segmento

A receita líquida da seção de etanol totalizou R$ 1.050,3 milhões no 2T22, 158,7% superior ao 2T21. Além disso, os volumes de venda foram outro destaque em relação ao 2T21 – houve um aumento de 32,1%, resultado da implementação da expansão da planta de Sorriso/MT, acontecimento que impulsionou também a nutrição animal.

A receita líquida neste segmento totalizou R$ 305,1 milhões, 118,1% superior ao 2T21. A valorização dos preços dos chamados produtos substitutos – derivados de soja e milho – unida a iniciativas comerciais e ao melhor posicionamento dos produtos, foram outros fatos essenciais para o aumento dos preços da nutrição animal.

Concomitantemente a isso, a receita líquida do óleo de milho totalizou R$ 62,7 milhões no 2T22, 180,9% superior ao mesmo período do ano anterior.

No setor de cogeração de energia, o valor chegou a R$ 17,9 milhões, 189,9% superior ao 2T21. Além disso, o volume de vendas aumentou 35,1% no 2T22, em relação ao 2T21 nesse segmento.

Planos de expansão sustentável da FS Agrisolutions Indústria de Biocombustíveis

A FS Agrisolutions anunciou neste mês que investirá R$ 2,3 bilhões na sua terceira usina de etanol de milho no município de Primavera do Leste/MT, gerando em torno de 8 mil empregos indiretos durante as fases de obras e de 500 empregos diretos e indiretos durante o seu funcionamento.

A inauguração está prevista para 2023 e a capacidade total de produção será de 585 milhões de litros de etanol/ano.

A FS possui hoje as duas maiores plantas de etanol 100% de milho do Brasil, localizadas em Lucas do Rio Verde e Sorriso, no Mato Grosso, somando mais de 1,4 bilhão de capacidade produtiva de litros de etanol por ano. 

Com a inauguração da nova usina em Primavera do Leste, é provável que a indústria de biocombustíveis torne-se uma das quatro maiores produtoras de etanol do país, com capacidade produtiva de 2 bilhões de litros de etanol/ano.

Os planos de investimento da FS Agrisolutions contemplam ainda mais três unidades industriais até 2026, todas no estado do Mato Grosso. Isso fará com que a companhia alcance a capacidade produtiva de 5 bilhões de litros de etanol ao ano, aproximadamente.

Obtenção do Certificado Renovabio

A empresa assumiu seis compromissos a longo prazo com a comunidade –  Compromisso de Sustentabilidade FS 2030 – após obter a certificação Renovabio em 2020. Tais compromissos têm metas relacionadas aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável das Organizações das Nações Unidas (ONU) e ao Acordo de Paris.

A FS possui, atualmente, a melhor Nota de Eficiência Energético-Ambiental (NEEA) de etanol anidro e segunda melhor para o hidratado. De acordo com a indústria, é também a a única produtora de etanol de milho certificada com a divulgação de dados primários, os quais incluem a rastreabilidade das emissões agrícolas dos fornecedores de grãos e aderem ao Climate Bonds Initiative, conforme avaliação da Sustainalytics.

Este ano, a FS anunciou a implantação do BECCS – Bioenergy with carbon capture and storage (Bioenergia com captura e estocagem de carbono), com investimento inicial de R$250 milhões e com estimativa de eliminar 400 mil toneladas de carbono por ano. O programa será instalado na unidade de Lucas do Rio Verde e o local de injeção do carbono será definido por meio de estudos geológicos e sísmicos.

“Com a implementação, a FS será uma das poucas empresas do mundo e a primeira do RenovaBio a ter uma pegada negativa de carbono. A expectativa é alcançar 32 milhões de Cbios emitidos até 2030 com a operação dessa tecnologia pioneira no Brasil e o avanço do plano de expansão” , afirmou a companhia de biocombustíveis.

Publicidade




Tags:
Roberta Souza
Engenheira de Petróleo, pós-graduanda em Comissionamento de Unidades Industriais, especialista em Corrosão Industrial. Entre em contato para sugestão de pauta, divulgação de vagas de emprego ou proposta de publicidade em nosso portal. Não recebemos currículos