Grupo finlandês de tecnologia Wärtsilä fornecerá ao Brasil três usinas termelétricas movidas a gás natural em 2022

Valdemar Medeiros
por
-
20-11-2021 20:48:28
em Indústria e Construção Civil
Wärtsilä - gás natural - biogás - combustíveis - termelétricas - usinas - usinas termelétricas Sede da Wärtsilä – crédito: Valor Econômico – 04.04.2019

A Wärtsilä, Grupo Finlandês de Tecnologia, construirá no Brasil três usinas termelétricas que utilizarão gás natural, biogás e combustíveis sintéticos

O grupo finlandês de tecnologia Wärtsilä fornecerá ao país três usinas termelétricas movidas a gás natural, totalizando 150 MW de potência instalada. A assinatura do contrato veio como resultado de um Leilão de Reserva de Capacidade feito pelo Ministério de Minas e Energia no último mês. As usinas termelétricas serão entregues em um cronograma acelerado e estão programadas para entrar em operação no segundo trimestre do próximo ano.

Leia outras notícias relacionadas

Saiba mais sobre as usinas termelétricas da Wärtsilä

A energia gerada pelas usinas termelétricas será dada à rede interligada do país para que a confiabilidade do sistema em épocas de condições climáticas adversas sejam garantidas. Os contratos da Wärtsilä também incluem um total de 16 grupos geradores a gás natural de partida flexível e rápida.

Os projetos serão fornecidos em regime de Engenharia, Aquisição e Construção (EPC) para as usinas existentes UTE Viana 1 e a UTE Luiz Oscar Rodrigues de Melo, além de uma nova usina UTE 1, todas situadas no Espírito Santo.

As usinas termelétricas da Wärtsilä operam com gás natural e apresentam alta eficiência em qualquer carga, oferecendo níveis de eficiência da unidade de até 50%, em ciclo simples e em ciclo combinado, até 54%. Sua flexibilidade ganha destaque pelo fato de que, em minutos após o sinal de partida, podem atingir a potência total, o que se torna uma vantagem importante em sistemas que desejam utilizar níveis mais altos de energia sustentável.

Usinas termelétricas também podem utilizar biogás e combustíveis sintéticos

As usinas flexíveis com motores a gás da Wärtsilä podem utilizar, além do gás natural, GLP, biogás e combustíveis sintéticos. As centrais elétricas, que funcionam a princípio com gás natural, podem passar a utilizar combustíveis descarbonizados e limpos de acordo com que essas fontes se tornarão disponíveis.

Esse recurso aliviará o risco dos investimentos realizados hoje se tornem projetos obsoletos futuramente. De acordo com o Presidente e CEO da Wärtsilä Corporation, Håkan Agnevall, a presença da empresa no Brasil é sólida e longa. Com as usinas, a Wärtsilä se aproxima da marca de 3 GW de base instalada em território nacional e continua atendendo às necessidades de seus clientes.

A empresa oferta a melhor tecnologia do setor para otimização de eletricidade. A alta eficiência dos motores da Wärtsilä, com seus rápidos aumentos de potência, em questão de minutos ao invés de dias ou horas, geram a confiabilidade e flexibilidade precisas no mercado de energia atual, que está se voltando cada vez mais para energias limpas.

Conheça a Wärtsilä

A Wärtsilä chegou ao Brasil na década de 90 e opera seu escritório matriz no Rio de Janeiro e Centros de serviços em Manaus, Niterói e Pernambuco, empregando cerca de 400 vagas de trabalho.

Ao total, a empresa conta com mais de 31 usinas termelétricas espalhadas pelo Brasil, chegando a marca de 2,6 GW de potência instalada. No setor Naval, a empresa tem uma base instalada com capacidade de, em mais de 570 navios e instalações offshore, aproximadamente 3.400 MW. A empresa fornece motores auxiliares e principais, soluções completas para usinas de energia e serviços de propulsão para embarcações.

Publicidade




Tags:
Valdemar Medeiros
Especialista em marketing de conteúdo, ações de SEO e E-mail marketing. E nas horas vagas Universitário de Publicidade e Propaganda.