MENU
Menu
Início Esqueça os combustíveis tradicionais! Esse novo SUPER IATE de 85 metros faz seu próprio combustível direto da água do mar com pura inovação

Esqueça os combustíveis tradicionais! Esse novo SUPER IATE de 85 metros faz seu próprio combustível direto da água do mar com pura inovação

14 de outubro de 2023 às 13:33
Compartilhe
Compartilhar no WhatsApp
Compartilhar no Facebook
Compartilhar no LinkedIn
Compartilhar no Telegram
Compartilhar no Twitter
Compartilhar no E-mail
Siga-nos no Google News
Esqueça os combustíveis tradicionais! Esse novo SUPER IATE da Mask faz seu próprio combustível direto da água do mar com pura inovação
Foto: Iate de Luxo a hidrogênio/Mask

Empresa desenvolve iate movido a hidrogênio. SUPER IATE Mask conta com 85 metros e entrega luxo por dentro e fora, prometendo uma revolução no mercado de iates.

O ONYX H2-BO 85, da MASK Architects, é o primeiro super iate do mundo capaz de se mover pela sua própria produção de hidrogênio. O modelo combina eletrólise, utilizando água do mar, com turbinas hidrelétricas para gerar uma solução de energia sustentável com foco em curtas distâncias de cruzeiro, o que não emite gases nocivos e, consequentemente, reduz o impacto ao meio ambiente.

Iate movido a hidrogênio conta com 85 metros de comprimento

Este notável navio não só anuncia uma nova era de sustentabilidade na indústria náutica, mas também estabelece novos padrões de luxo e consciência ecológica, segundo a empresa responsável em uma postagem no Instagram.

Artigos recomendados
ONYX H2-BO 85, da MASK Architects — Foto: MASK Architects via Instagram

Segundo dados da fabricante, as turbinas hidrelétricas do SUPER IATE Mask capturam com eficiência a energia cinética da água circundante, superando os geradores convencionais. A abordagem de energia limpa possibilita a geração e o armazenamento de hidrogênio a bordo, reduzindo a necessidade de grandes reservas de combustível e a dependência de combustíveis fósseis, e fornecendo energia facilmente acessível durante a navegação ou ancoragem a baixa velocidade.

85 metros de comprimento

Contando com 85 metros de comprimento, o iate movido a hidrogênio também chama a atenção pelo seu visual. O exterior é bem sofisticado e o seu interior, desde as cabines até os lounge, irradia elegância e luxo.

Segundo a Mask Architects os designers de interiores renomados selecionaram juntos cada detalhe, unindo paletas de materiais refinados, tecnologia de ponta e elementos sustentáveis para criar um ambiente convidativo e ecologicamente correto.

O SUPER IATE Mask utiliza eletrólise da água do mar para separar a água em hidrogênio e oxigênio, e turbinas hidrelétricas altamente eficientes capturam a energia das águas circundantes, como citado anteriormente, eliminando a necessidade de combustíveis fósseis e reduzindo drasticamente a emissão de gases poluentes, marcando um avanço importante no avanço na redução do impacto ambiental na indústria de iates de luxo.

Vantagens do Hidrogênio como combustível

Com seus 85 metros de comprimento, o Iate movido a hidrogênio não é apenas uma maravilha tecnológica, mas também uma obra de arte em termos de design. Os designers de interiores contribuem para cada detalhe, combinando paletas de materiais refinados com tecnologia de ponta e elementos sustentáveis. As cabines, lounges e espaços de convivência a bordo geram um ambiente acolhedor e ecologicamente responsável, demonstrando que a sustentabilidade e o luxo podem andar de mãos dadas. 

A estimativa é que o hidrogênio seja o combustível do futuro e as Indústrias Petrolíferas já estudam a adoção desse elemento para gerar energia elétrica e como combustível veicular. As principais vantagens desse combustível é que ele é uma fonte de energia renovável, não poluente e inesgotável, combatendo a poluição.

Outros projetos utilizando hidrogênio como combustível

Além do SUPER IATE Mask, o iate movido a hidrogênio, diversos outros projetos incluem o uso desse combustível, como é o caso de uma startup francesa, que planeja circunavegar o mundo em 20 dias utilizando um dirigível movido a hidrogênio e energia solar até 2026.

A Euro Airship, empresa responsável pelo projeto dedicou cerca de 10 anos de pesquisa ao projeto. Há três anos, a empresa de tecnologia Capgemini também está envolvida na construção do dirigível. 

Chamado de Solar Airship One, o veículo possui 151 metros de comprimento e é preenchido com 50 mil metros cúbicos de hélio, além de ser alavancado por energia solar e hidrogênio. Durante o dia, 4.800 metros quadrados de painéis solares geram energia, enquanto à noite o hidrogênio é utilizado para operar uma célula de combustível.

Inscreva-se
Notificar de
guest
0 Comentários
Feedbacks
Visualizar todos comentários
Relacionados
Mais recentes
COMPARTILHAR
0
Adoraríamos sua opnião sobre esse assunto, comente!x