MENU
Menu
Início Suécia investe em geração de energia nuclear para se tornar totalmente livre de combustíveis fósseis em curto prazo

Suécia investe em geração de energia nuclear para se tornar totalmente livre de combustíveis fósseis em curto prazo

1 de julho de 2023 às 15:02
Compartilhe
Compartilhar no WhatsApp
Compartilhar no Facebook
Compartilhar no LinkedIn
Compartilhar no Telegram
Compartilhar no Twitter
Compartilhar no E-mail
Siga-nos no Google News
Energia, nuclear, Suécia
Reprodução. Fonte: Blog do Stoodi

O plano da Suécia com a energia nuclear é se tornar 100% livre de combustíveis fósseis até 2045

Enquanto a Alemanha aposta nas energias renováveis, a Suécia adotou uma abordagem diferente, voltando-se para a geração nuclear de energia. O país decidiu fazer o que considera ser a escolha óbvia para reduzir as emissões de CO2 ao optar pela energia nuclear. Nesta matéria, será discutida a mudança de meta da Suécia, de 100% renováveis para 100% livre de combustíveis fósseis até 2045, e as implicações da inclusão da energia nuclear em suas metas energéticas.

A mudança nas metas energéticas da Suécia

O parlamento sueco aprovou uma alteração em suas metas energéticas, estabelecendo que o país será 100% livre de combustíveis fósseis até 2045. Essa mudança permite que a energia nuclear faça parte das metas governamentais de energia. Há 40 anos, o governo sueco adotou uma política de eliminação gradual da energia nuclear, mas em junho de 2010, o parlamento votou pela revogação dessa política. O governo eleito no ano passado tem buscado promover a energia nuclear como uma solução viável.

Artigos recomendados

A Suécia sempre foi uma líder na participação de energia renovável na União Europeia, especialmente com biomassa e energia hidrelétrica. No entanto, o país reconhece a necessidade de mais produção de eletricidade, eletricidade limpa e um sistema de energia estável. A concessionária estatal Vattenfall planeja construir pelo menos dois pequenos reatores modulares e estender a vida útil dos reatores existentes no país. A mudança para a energia nuclear não representa uma grande transição para a Suécia, que já obtinha metade de sua eletricidade a partir de fontes hidrelétricas e nucleares há 30 anos. A nova meta é específica para eletricidade livre de combustíveis fósseis, não para o uso total de energia.

Desafios e controvérsias para a transição energética da Suécia

Embora a Suécia tenha uma liderança em energia renovável, ainda depende de carvão, petróleo e gás para cerca de 30% de sua energia. O governo atual cortou subsídios para carros elétricos, relaxou os requisitos para combustíveis neutros em carbono e defendeu o funcionamento de usinas de carvão em modo de espera. Essas medidas levantam preocupações sobre o cumprimento das metas de emissões de 2030 e o impacto ambiental. Além disso, as propostas suecas para prolongar os subsídios para usinas de carvão foram recebidas com preocupação pela União Europeia, e a intenção de enfraquecer uma lei de restauração de habitats naturais também gerou controvérsias.

A Suécia optou por abandonar as energias renováveis em favor da geração nuclear de energia como parte de sua estratégia para se tornar 100% livre de combustíveis fósseis até 2045. Embora tenha sido um líder em energia renovável, o país ainda enfrenta desafios em relação às suas metas de emissões e questões controversas relacionadas a subsídios e impacto ambiental. A decisão sueca destaca a diversidade de abordagens adotadas pelos países na busca por soluções de energia sustentável.

Relacionados
Mais recentes
COMPARTILHAR