Início CPI da Petrobras sobre Paridade de Preços Internacional é jogada política? Veja o que dizem os especialistas sobre Bolsonaro pedir a investigação do preço dos combustíveis

CPI da Petrobras sobre Paridade de Preços Internacional é jogada política? Veja o que dizem os especialistas sobre Bolsonaro pedir a investigação do preço dos combustíveis

21 de junho de 2022 às 23:09
Compartilhe
Siga-nos no Google News
petrobras preços dos combustíveis investigação CPI Jovem Pan Bolsonaro Paridade de Preços
Segundo especialistas da Jovem Pan, Insistência de Bolsonaro na CPI da Petrobras poderia ser jogada política | Foto: Money Times

Após renúncia do presidente da Petrobras, os ânimos estão exaltados e Bolsonaro pede uma investigação sobre o preço dos combustíveis

Essa semana começou em panos quentes no cenário nacional com o anúncio da renúncia de José Mauro Coelho do cargo de presidente da Petrobras. Fernando Borges assumiu o cargo como interino provisoriamente, mas os ânimos não foram acalmados e o presidente da república, Jair Bolsonaro, solicita investigação da Política de Paridade de Preços Internacional executada pela estatal por meio de uma CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito). O objetivo seria investigar a diretoria da companhia a respeito dos últimos reajustes nos preços dos combustíveis.

Arthur Lira, atual presidente da Câmara dos Deputados, deu declaração de que também é a favor da investigação e que as assinaturas para a abertura de investigação já estão sendo colhidas. Além disso, o Supremo Tribunal Federal já solicitou à Petrobras esclarecimentos a respeito do mais recente reajuste realizado. Saiba mais sobre essas análises na matéria de hoje.

Artigos recomendados

Acompanhe o debate e os apontamentos feitos pelos especialistas da Jovem Pan no vídeo abaixo sobre a CPI da Petrobras

Especialistas apontam que Bolsonaro poderia insistir no argumento de que fez o que estava ao seu alcance pelos preços dos combustíveis ao invés de pedir a abertura da CPI da Petrobras que pode não resultar em grandes feitos | Reprodução – YouTube: Joven Pan 3 em 1

Durante o debate da Jovem Pan, alguns especialistas afirmam que a CPI pode não ter resultado algum e seria uma jogada política

O debate promovido entre especialistas, pela Jovem Pan, trouxe opiniões a respeito da insistência de Bolsonaro em buscar a CPI da Petrobras. Alguns afirmaram que essa investigação poderia ser inútil e poderia ser uma jogada política do governo para não ficar com sua imagem negativa perante o aumento dos preços dos combustíveis.

Trabalhe no Setor Eólico do Brasil

Todavia, outros ainda afirmaram que valeria mais a pena Bolsonaro ter reforçado seu discurso de que o governo fez tudo o que estava ao seu alcance, para segurar os preços, do que solicitar a abertura de uma CPI. Com a insistência na investigação, segundo os especialistas, o presidente estaria abrindo um pretexto para que a oposição o julgasse como tendo alguma responsabilidade sobre o reajuste dos combustíveis.

Bolsonaro indicou os dirigentes da estatal para o cargo, mas mesmo assim, após os aumentos constantes nos preços dos combustíveis, deseja a investigação pela CPI

Em um relato a um dos seus apoiadores nessa terça-feira (21), Bolsonaro apontou que é favorável a uma CPI para investigar os dirigentes da Petrobras. Segundo ele, o aumento nos preços dos combustíveis são um abuso e devem ser analisados por uma comissão.

“Líder Altineu já apresentou requerimento de pedido de CPI, pelo Partido Liberal. Os partidos estão cada um com seu convencimento, líderes vão conversar com seus deputados para dar respaldo ou não a esse pedido. E CPI é lícito e normal a formatação feita por qualquer deputado ou qualquer partido”

Arthur Lira, presidentes da Câmara dos Deputados (2022) em declaração à imprensa

Além disso, a cúpula do governo federal busca frear o aumento de lucros e dividendos obtidos pela estatal e seus principais acionistas em um momento de inflação que estamos vivendo. Assim, espera-se que a Petrobras segure os reajustes ou os justifique.

Presidente do Senado busca proposta alternativa para frear os reajustes no preços dos combustíveis a partir dos dividendos da Petrobras

Nessa terça-feira (21) foi realizada uma reunião com os principais líderes das bancadas, a fim de discutir sobre a abertura e organização para a CPI da Petrobras. Arthur Lira fez movimentos em prol da CPI da Petrobras, enquanto o Senador Rodrigo Pacheco, que também estava presente, colocou uma nova proposta na mesa.

Essa proposta visaria usar, dentre outras fontes, os dividendos obtidos da estatal, da qual a União é a maior acionista, para criar uma conta de estabilização para amortecer o impacto da variabilidade no preço dos combustíveis. Todavia, esse cenário ainda vai render uma grande batalha. Aguardemos os próximos capítulos.

Relacionados
Mais recentes