1. Início
  2. / Petróleo e Gás
  3. / Contratos no setor de petróleo no Brasil: Gigante Saipem conquista contratos de US$ 1,9 bilhão com a ExxonMobil e Equinor e amplia atuação offshore no Brasil e na Guiana
Tempo de leitura 3 min de leitura Comentários 0 comentários

Contratos no setor de petróleo no Brasil: Gigante Saipem conquista contratos de US$ 1,9 bilhão com a ExxonMobil e Equinor e amplia atuação offshore no Brasil e na Guiana

Escrito por Roberta Souza
Publicado em 30/11/2023 às 11:15
contrato, saipem, offshore
Foto: Reprodução Petrosolgas

A Saipem, juntamente com a ExxonMobil e a Equinor, firmaram contratos que preveem a realização de operações offshore na Guiana e na Bacia de Campos

A Saipem, renomada fornecedora italiana de serviços de engenharia, contribuição e construção, adicionou dois contratos offshore importantes, totalizando cerca de US$ 1,9 bilhão, ao seu portfólio. Os contratos offshore são frutos de parcerias com a ExxonMobil Guyana Limited e a Equinor, expandindo assim sua presença na Guiana e no Brasil, conforme o site Offshore Energy.

A primeira conquista da Saipem é o contrato para o desenvolvimento do campo petrolífero de Whiptail, no bloco Stabroek, na costa da Guiana. Este projeto, avaliado em US$ 1,9 bilhão, envolve a fabricação e instalação de estruturas submarinas, risers, linhas de fluxo e umbilicais para uma instalação de produção submarina em águas com aproximadamente 2.000 metros de profundidade.

A Saipem utilizará suas embarcações FDS2, Constellation e Castorone para realizar operações na Guiana. A empresa estabelecerá sua unidade de construção offshore no porto de Georgetown como uma estratégia local para a execução do projeto.

Foto: reprodução OffshoreEnergy

“Cerne” dos contratos offshore é a realização de serviços específicos

O escopo do contrato permitirá à Saipem iniciar atividades offshore limitadas, como engenharia específica e aquisições, sujeitas às aprovações governamentais e à sanção do projeto pela ExxonMobil Guyana Limited e co-empreendedores do bloco Stabroek.

O projeto Whiptail visa o desenvolvimento dos campos Whiptail, Pinktail e Tilápia, com planos de perfuração offshore por meio de navios-sonda para produzir petróleo a partir de 40 a 65 poços de produção e injeção. Espera-se que entre a operação entre o 4T de 2027 e o 2T de 2028, com uma vida útil de pelo menos vinte anos.

O segundo contrato da Saipem é com a Equinor, para o projeto Raia, envolvendo o desenvolvimento de um campo de gás e condensado do pré-sal na Bacia de Campos, localizada a cerca de 200 km da costa do Rio de Janeiro, no Brasil.

O escopo do trabalho abrange o transporte offshore e a instalação de uma linha submarina de exportação de gás em profundidades de cerca de 2.900 metros, além de atividades de perfuração horizontal para abordagem à costa. A Saipem utilizará seu navio transportador Castorone para a instalação.

Contribuição significativa para o desenvolvimento de gás no Brasil

A Saipem acredita que o projeto Raia no Brasil permitirá sua contribuição para um dos mais importantes projetos de desenvolvimento de gás offshore no país, representando potencialmente 15% da demanda interna total.

O gás extraído será transportado por gasodutos instalados pela Saipem por aproximadamente 200 km, desde o campo até uma instalação de coleta de gás a ser construída em Cabiúnas, na cidade de Macaé, no Estado do Rio de Janeiro.

Esse contrato marca a Saipem como uma parceira crucial no cenário energético brasileiro, e a empresa vislumbra uma consolidação de seu papel em futuros desenvolvimentos no setor.

Perspectivas positivas para a Saipem

Estes contratos robustos são mais um testemunho da competitividade da Saipem em licitações e de sua capacidade de construir parcerias de longo prazo baseadas em desempenhos consistentes. 

A Saipem continua expandindo suas operações globalmente, garantindo recentemente uma carta de premiação multibilionária com a ADNOC, dos Emirados Árabes Unidos, e vendendo um navio FPSO operante na Bacia do Espírito Santo, no Brasil. A empresa mantém uma visão otimista para o futuro, reforçada pela crescente demanda por seus serviços em projetos estratégicos ao redor do mundo.

Inscreva-se
Notificar de
guest
0 Comentários
Feedbacks
Visualizar todos comentários
Roberta Souza

Engenheira de Petróleo, pós-graduada em Comissionamento de Unidades Industriais, especialista em Corrosão Industrial. Entre em contato para sugestão de pauta, divulgação de vagas de emprego ou proposta de publicidade em nosso portal. Não recebemos currículos

Compartilhar em aplicativos
0
Adoraríamos sua opnião sobre esse assunto, comente!x