MENU
Menu
Início Como são construídos os grandes navios de cruzeiro; do estaleiro até a quebra de uma garrafa de champanhe no casco do navio

Como são construídos os grandes navios de cruzeiro; do estaleiro até a quebra de uma garrafa de champanhe no casco do navio

18 de abril de 2024 às 13:08
Compartilhe
Compartilhar no WhatsApp
Compartilhar no Facebook
Compartilhar no LinkedIn
Compartilhar no Telegram
Compartilhar no Twitter
Compartilhar no E-mail
Siga-nos no Google News
Como são construídos os grandes navios de cruzeiro; do estaleiro até a quebra de uma garrafa de champanhe no casco do navio
Foto: Divulgação/MJ

Em menos de um ano, verdadeiras cidades flutuantes como o Allure of the Seas são erguidas, combinando engenharia avançada e logística complexa. Este artigo revela o fascinante processo de construção desses colossos dos mares nos estaleiros, desde o esboço inicial até a viagem inaugural.

Verdadeiros prodígios da engenharia moderna, os navios de cruzeiro transformam-se de simples desenhos em majestosas estruturas navegáveis em prazos surpreendentemente curtos. O Allure of the Seas, um dos maiores exemplos desta indústria, ostenta um custo de construção equivalente ao do Burj Khalifa, alcançando a impressionante cifra de 1,5 bilhão de dólares. Mas como é possível erguer tais gigantes em apenas 11 meses? Veja como são construídos os grandes navios.

Tudo começa com um conceito básico, onde as companhias de cruzeiro definem o tamanho, capacidade de passageiros e características únicas do navio. Com uma proposta em mãos, buscam estaleiros aptos a realizar tal façanha. Devido à limitada quantidade de construtores qualificados, a escolha recai sobre quem oferece o melhor equilíbrio entre custo, eficiência e capacidade técnica.

Artigos recomendados

Como são construídos os grandes navios? Cerimônia de corte do aço e construção

A jornada de construção inicia com o corte do aço, um momento marcante celebrado com festividades no estaleiro. Este processo dura aproximadamente seis meses, durante os quais o aço é moldado em milhares de peças menores. Segue-se a cerimônia de colocação da quilha, que simboliza o início oficial da montagem do navio, com a tradição de colocar uma moeda de ouro sob o casco para boa sorte.

Montagem e instalações internas

À medida que o casco toma forma, outros componentes cruciais como motores e sistemas de ventilação são instalados. Simultaneamente, cabines pré-montadas e mobiliadas são inseridas estrategicamente no design do navio. Este método não apenas acelera o processo de construção, mas também garante a segurança ao reduzir o risco de incêndio, com paredes e tetos magnéticos facilitando a instalação.

Finalizações e testes

Com o exterior praticamente completo e o interior em fase de acabamento, o navio é então sujeito a testes de mar, onde manobras são executadas para garantir a segurança e a navegabilidade. Após ajustes finais, o navio é entregue ao porto base, pronto para receber os passageiros ansiosos por uma jornada inesquecível.

Cerimônia de batismo

A culminância do processo de construção é a cerimônia de batismo, onde uma celebridade convidada quebra uma garrafa de champanhe no casco do navio. Este ato não só serve como um ritual de boa sorte, mas também marca oficialmente o início das operações do navio.

Os estaleiros, verdadeiros artistas da construção naval, transformam ideias em realidade em tempo recorde, demonstrando a capacidade humana de criar maravilhas tecnológicas que podem tanto fascinar quanto servir à sociedade. A construção de um navio de cruzeiro é um testemunho da engenhosidade e da persistência humanas, uma jornada do esboço ao oceano que continua a capturar a imaginação do mundo. Espero que tenha coloborado um pouco sobre como são construídos os grandes navios.

Inscreva-se
Notificar de
guest
0 Comentários
Feedbacks
Visualizar todos comentários
Relacionados
Mais recentes
COMPARTILHAR
0
Adoraríamos sua opnião sobre esse assunto, comente!x