Menu
Início Chevrolet Montana RS: A picape que atrai o público jovem – Análise completa da caminhonete”.

Chevrolet Montana RS: A picape que atrai o público jovem – Análise completa da caminhonete”.

10 de dezembro de 2023 às 09:36
Compartilhe
Compartilhar no WhatsApp
Compartilhar no Facebook
Compartilhar no LinkedIn
Compartilhar no Telegram
Compartilhar no Twitter
Compartilhar no E-mail
Siga-nos no Google News

Falta de elementos no SUV: conectividade, segurança, suspensão, motor, usabilidade, espaço interno, acabamento. Preços competitivos, versões.

A Chevrolet Montana RS foi anunciada como uma caminhonete com um toque de SUV, uma estratégia da General Motors para conquistar o público interessado nesse tipo de veículo. Assim como fez com o Cruze e o Tracker, a montadora trouxe a variante RS para a festa, buscando se destacar no mercado de picapes.

  • 5 motivos para comprar a Chevrolet Montana RS
  • 5 motivos para não comprar a Chevrolet Montana RS

A Montana RS foi posicionada como a variante topo de gama na linha da picape, trazendo um apelo visual mais esportivo. O modelo é uma opção interessante para quem busca um design diferenciado em uma Chevrolet pickup, mesmo mantendo as características das demais versões.

Artigos recomendados

Canaltech testa a versátil Chevrolet Montana RS

O Canaltech passou um bom período com a Chevrolet Montana RS e vai te contar quem pode se interessar pela chevy Montana, um modelo intermediário da GM, além de destrinchar toda a experiência de uso com o Chevrolet pickup truck.

Estética e conectividade da Chevrolet Montana RS

A Chevrolet Montana RS não teve alterações em sua lista de equipamentos quando comparamos com a versão Premier, a antiga topo de gama. As mudanças são puramente estéticas, então, vale relembrar o que a picape traz de interessante do ponto de vista tecnológico.

A parte positiva, claro, é o pacote de conectividade, que é um diferencial na hora de comparar o modelo com a Renault Oroch e a Fiat Strada, duas de suas principais concorrentes.

A Montana RS vem com o sistema OnStar, o concierge da Chevrolet, e pode ter o 4G da Claro habilitado nativamente para oferecer conexão para os passageiros com ótima qualidade, como sempre aferimos por aqui. A experiência segue boa no âmbito da conectividade quando utilizamos o app My Chevrolet, que te ajuda a monitorar a picape e verificar dados importantes do uso.

A central multimídia My Link tem tela de 8 polegadas e segue competente, com interface intuitiva e rápida, além da conexão sem fio para Android Auto e Apple CarPlay. O único ‘porém’ com o uso do aparelho é a qualidade da imagem, que não pode ser ajustada e tem pouco contraste, dando a impressão de ser um produto de confecção inferior — o que não é verdade. Certas coisas podem incomodar clientes mais exigentes e a GM já poderia atualizar essa central.

Suspensão, motor e dirigibilidade na Chevrolet Montana RS

Quem esperava ver um comportamento diferente na Chevrolet Montana RS pode ir tirando o cavalinho da chuva. Segundo apuramos com a própria GM no dia do lançamento da caminhonete, nenhuma alteração foi feita na suspensão, câmbio e motor.

Isso, claro, não quer dizer que a picape seja manca — pelo contrário. Por ser leve para um carro desse tipo, pesando apenas 1.310kg, o motor 1.2 turbo de 133cv e 21,4 kgf/m de torque é mais do que suficiente para trazer um ótimo convívio com o Chevrolet truck. O câmbio, automático e de seis marchas, também é o mesmo utilizado em outros modelos da montadora.

Sua dirigibilidade, elogiada na versão Premier, segue muito boa por aqui, com a direção elétrica bem calibrada e um nível de performance honesto para o uso urbano e rodoviário. Esse motor de três cilindros cumpre bem o seu papel, inegavelmente.

Recursos, espaço interno e acabamento da Chevrolet Montana RS

O ponto fraco da Montana RS na usabilidade é seu espaço interno. Lembro-me bem de quando a GM apresentou o carro pela primeira vez, no ano passado, alegando que o espaço seria o mais bem aproveitado da categoria. Bem, isso depende.

O sistema de vedação aplicado pela GM, aliás, é o que garante a maior segurança e conforto para os passageiros quando imaginam suas bagagens no compartimento em dias de chuva. Nós testamos e, acreditem, é bom demais.

Em termos de recursos para o conforto temos um pacote razoável. Há ar-condicionado digital e automático, mas de apenas uma zona. Também temos sensores de chuva e crepuscular, sensores de estacionamento dianteiros e traseiros, chave presencial, partida por botão e acionamento remoto do motor.

Geralmente reclamamos do acabamento dos carros de volume da Chevrolet, mas a Montana RS nos agradou nesse quesito. Nota-se um capricho no painel, com a aplicação de materiais de boa qualidade e ótimos arremates, mudando um pouco a percepção de simplicidade do Tracker, seu irmão de plataforma.

A Chevrolet Montana RS pode ser encontrada em todos os pontos de venda da Chevrolet no Brasil por R$ 151.890.

No Canaltech, a Chevrolet Montana RS foi avaliada graças a uma unidade gentilmente cedida pela General Motors do Brasil.

Fonte: Canal Tech


Você quer receber apenas notícias e vagas de emprego do seu interesse? A solução chegou através do app CPG VAGAS E NOTÍCIAS! Se você é pintor, vai receber no seu celular apenas oportunidades neste cargo. E será assim com pedreiro, técnico, engenheiro e etc..... Não perca nada do que acontece no mercado de trabalho e econômico do Brasil, baixe agora o app CPG VAGAS E NOTÍCIAS, disponível para Android e IOS!

APP CPG VAGAS E NOTÍCIAS

Relacionados
Mais recentes
COMPARTILHAR
BANNER POPUP CPG VAGAS E NOTICIAS 2 Fechar