Menu
Início BYD espera investir R$3 bilhões em extração de lítio para baterias à produção de carros elétricos no Brasil

BYD espera investir R$3 bilhões em extração de lítio para baterias à produção de carros elétricos no Brasil

15 de janeiro de 2024 às 17:40
Compartilhe
Compartilhar no WhatsApp
Compartilhar no Facebook
Compartilhar no LinkedIn
Compartilhar no Telegram
Compartilhar no Twitter
Compartilhar no E-mail
Siga-nos no Google News
BYD, fábrica, infraestrutura, investimento
Foto: Reprodução Olhar Digital

BYD revoluciona a produção de carros elétricos no Brasil com investimentos bilionários em verticalização

Segundo o site EPBR, a BYD, gigante chinesa no setor de carros elétricos, está pronta para transformar o cenário automotivo brasileiro. O plano ambicioso da empresa inclui desde a exploração do lítio até a fabricação de baterias, consolidando sua posição como líder no mercado de carros elétricos no país.

Verticalização total: Da extração de lítio à produção de carros elétricos

A BYD planeja verticalizar toda a sua produção no Brasil, abrangendo desde a exploração e beneficiamento do lítio até a fabricação de baterias, ônibus e automóveis. O presidente do Conselho da BYD Brasil, Alexandre Baldy, destaca a estratégia de tornar o Brasil um hub regional na América Latina para a empresa. Essa visão está alinhada com as iniciativas do governo brasileiro para reativar a indústria nacional e acelerar a descarbonização da frota.

Artigos recomendados

A integração do etanol nos carros elétricos BYD no Brasil

Ao contrário de outros mercados, a BYD no Brasil incorporará o híbrido flex a etanol em seu portfólio. Baldy enfatiza que a empresa fará parte do mundo do etanol, produzindo carros híbridos flex-fuel. Isso representa uma adaptação estratégica da BYD à realidade brasileira e ao programa Mover, que visa reduzir impostos sobre tecnologias menos poluentes.

Estratégia agressiva para dominar o mercado brasileiro de carros elétricos

A BYD demonstra uma postura agressiva para consolidar sua posição no mercado brasileiro de carros elétricos. O modelo BYD Dolphin Plus já foi o elétrico mais vendido em 2023, com 6.812 unidades comercializadas. O presidente ressalta que os anos de 2024, 2025 e 2026 serão ainda mais revolucionários, com lançamentos de carros híbridos e elétricos. A empresa planeja investir pesadamente na ampliação de sua fábrica de baterias em Manaus, visando atender à crescente demanda por ônibus elétricos.

A BYD acredita na importância de acompanhar as políticas públicas coordenadas pelo governo brasileiro, destacando a reforma tributária e o programa Mover como catalisadores para seus investimentos. A empresa planeja investir cerca de R$ 3 bilhões em um complexo fabril em Camaçari (BA), assumindo a antiga fábrica da Ford. O retorno gradual da taxação sobre carros elétricos importados também influenciou a estratégia da BYD, que busca produzir localmente o mais rápido possível.

BYD, lítio, carros elétricos, bateria
Foto: Reprodução Freepik

Lítio e bateria: Investimentos na exploração mineral no Brasil

Além da produção de carros elétricos, a BYD está estudando investimentos na exploração do lítio e outros minerais no Brasil. A Bahia e Minas Gerais estão nos planos da empresa para pesquisas e desenvolvimento, solidificando sua presença no cenário mineral brasileiro. A estratégia agressiva da BYD inclui não apenas a produção de carros, mas também a fabricação local de baterias de carros, ônibus e caminhões.

A BYD está determinada a revolucionar a indústria automotiva brasileira, prometendo investimentos bilionários, verticalização completa da produção e adaptação estratégica às peculiaridades do mercado local. Com uma visão agressiva para os próximos anos, a BYD se posiciona como protagonista na transição para carros elétricos no Brasil, marcando um capítulo significativo na história da mobilidade sustentável no país.

Inscreva-se
Notificar de
guest
0 Comentários
Feedbacks
Visualizar todos comentários
Relacionados
Mais recentes
COMPARTILHAR
0
Adoraríamos sua opnião sobre esse assunto, comente!x