BRF fecha novo contrato para construção de parque de energia solar com 600 mil painéis solares no Ceará

Valdemar Medeiros
por
-
17-09-2021 11:24:58
em Energia Renovável
BRF - energia solar - Ceará Unidade da BRF em Lucas do Rio Verde (MT) 27/07/2017 REUTERS/Nacho Doce

Buscando atingir sua meta para se tornar totalmente sustentável até 2040, a BRF fechou um contrato com a Pontoon  para a construção de um parque de energia solar no Ceará

Nesta quinta-feira (16), a companhia de alimentos BRF anunciou o fechamento de um contrato com a Pontoon para a construção de um parque de energia solar nos municípios Mauriti e Milagres, no Ceará, com capacidade instalada de 320 MW. De acordo com a empresa, o investimento estimado no projeto é maior que R$ 1 bilhão e BRF ainda investirá diretamente cerca de R$ 50 milhões. O parque de energia solar deverá ter suas atividades iniciadas em 2024.

Leia também

Presidente da BRF se pronuncia sobre o novo investimento em energia renovável no Ceará

O parque de energia solar no Ceará será construído em uma área de 1.170 hectares, onde serão instalados 600 mil painéis fotovoltaicos, que farão com que a energia gerada seja utilizada para alimentar todas as unidades da BRF no Sul do País. A parceria com a Intrepid também se junta à joint venture da BRF que foi anunciada no mês passado com a AES Brasil para a produção de energia eólica no Complexo Cajuína, no Rio Grande do Norte.

Além desses, ainda há outros projetos em andamento, que envolvem produtores integrados. Em vídeo conferência com jornalistas, Lorival Luz, presidente da BRF, afirmou que o contrato com a Pontoon terá como resultado um ganho estimado no valor de R$ 1,7 bilhão ao longo dos próximos 15 anos, levando em conta que reduzirá a aquisição de energia nos mercados cativo e livre.

Já Vinícius Barbosa, vice-presidente de operações e suprimentos da empresa, ressaltou que juntas, essas operações de energia solar no Ceará com a Pontoon e a do parque de energia eólica com a AES, podem garantir uma geração de energia necessária para atender até dois terços das necessidades da empresa no Brasil. De acordo com a empresa, o portfólio atual e as parcerias com outras companhias farão com que 88% da energia elétrica utilizada pela BRF venha de fontes renováveis no país.

Em Junho a empresa anunciou seu compromisso de deixar sua emissão de gases de efeito estufa neutra até o ano de 2040, tanto em suas operações nas fábricas, quanto em suas cadeias produtivas.

BRF Fecha parceria com AES Brasil

Além da parceria com a Pontoon para o projeto solar de suas unidades no no Ceará, a BRF também fez uma parceria no mês de agosto com a AES Brasil, que resultará na criação de uma joint venture. A parceria visa a construção de uma usina de energia eólica no Complexo Eólico Cajuína, no estado do RN.

O empreendimento terá uma capacidade de produzir 160 MW, onde 80 MW serão vendidos à BRF através de um contrato de compra e venda de energia que terá duração de 15 anos.

Conheça a BRF

Criada a mais de 80 anos, a BRF é uma das maiores companhias de alimentos do mundo. Na década de 30, no interior de Santa Catarina, surgiu a Perdigão como um pequeno negócio de duas famílias de imigrantes italianos e 10 anos depois, foi a vez de Concórdia (SC), receber a marca famosa, que está presente em várias mesas brasileiras, a Sadia. Atualmente a BRF está presente em 117 países e conta com mais de 100 mil colaboradores para oferecer uma vida melhor para todos.

Tags:
Valdemar Medeiros
Especialista em marketing de conteúdo, ações de SEO e E-mail marketing. E nas horas vagas Universitário de Publicidade e Propaganda.
fwefwefwefwefwe