A Vale, uma das principais produtoras de minério de ferro do mundo, avalia a compra de parte do projeto Minas-Rio da Anglo American

Roberta Souza
por
-
26-12-2021 10:44:30
em Indústria e Construção Civil
Vale, minério de ferro, minério, ferro Foto: reprodução




As negociações entre as produtoras de minério de ferro, Vale e Anglo American, estão em estágio preliminar

 A Vale S.A, segunda maior produtora de minério de ferro no mundo, avalia a possibilidade de adquirir uma parte no sistema Minas-Rio, principal projeto da Anglo American no Brasil, de acordo com pessoas que detém conhecimento sobre o assunto. Segundo fontes do infomoney, as conversações entre as duas empresas se iniciaram em 2020, mas até o presente momento não avançaram a ponto de serem levadas aos conselhos de administração das companhias.

Veja ainda:

Uma das fontes informou também que a Anglo American não está vendendo ativamente o sistema e que a Vale considera comprar uma participação de 30% a 40% no projeto, ou até mesmo seu controle. Contudo, as conversas estão em estágio preliminar e não há garantias de que o negócio vá se concretizar. A Anglo American e a Vale não comentaram.

A compra seria mais um passo para a Vale atingir o objetivo de aumentar a capacidade de produção anual de seu produto principal a 400 milhões de toneladas, fato que contribuiria para a mineradora  diluir custos e retomar o título de maior produtora de minério de ferro do mundo. Esse último foi perdido para a Rio Tinto na esteira do desastre com a barragem em Brumadinho, em janeiro de 2019.

A Vale busca se colocar como uma das principais fornecedoras do ingrediente fundamental na corrida das siderúrgicas, suas principais clientes: o minério de ferro premium, que busca diminuir a pegada de carbono. O Minas-Rio tem um minério de qualidade, com aproximadamente 67% de teor de ferro, quantia maior que o teor médio obtido nas operações da Vale.

Sistema Minas-Rio

O sistema Minas-Rio encontra-se em Conceição do Mato Dentro, em Minas Gerais. Ele é uma operação de exportação de minério de ferro totalmente integrada, possuindo uma mina, uma planta de beneficiamento, um mineroduto de 529 quilômetros de extensão e um terminal dedicado no Porto de Açu, no Rio de Janeiro. A Anglo tenta produzir a capacidade plena de 26,5 milhões de toneladas de minério de ferro, por ano, no projeto.

Adquirido da MMX Mineração e Metálicos em 2008, o Minas-Rio custou US$ 14 bilhões à Anglo American – o que representa o maior investimento da existência da Vale, o S11D -, entre o total pago ao ex-controlador Eike Batista e a implantação.

Apesar de o valor do minério de ferro estar em queda se comparado aos recordes alcançados nos últimos meses, a Vale continua produzindo bastante caixa. Com foco em manter a disciplina de capital e pagar seus acionistas, a mineradora que é sediada no Rio de Janeiro está vendendo ativos não estratégicos para concentrar esforços em minério de ferro e metais básicos.

Sites Parceiros

Publicidade




Tags:
Roberta Souza
Engenheira de Petróleo, pós-graduanda em Comissionamento de Unidades Industriais, especialista em Corrosão Industrial. Entre em contato para sugestão de pauta, divulgação de vagas de emprego ou proposta de publicidade em nosso portal. Não recebemos currículos