A Vale está instalando no terminal do Rio de Janeiro, um dos maiores sistemas de armazenamento de energia do país

Vale, emprego, vagas de emprego Foto: reprodução

O sistema feito pela Vale no terminal do Rio de Janeiro faz parte do investimento de cerca de US$ 2 bilhões, para reduzir em 33% suas emissões até 2030

A Vale está instalando, no Rio de Janeiro, um dos maiores sistemas de armazenamento de energia em bateria para suprimento de demanda elétrica do país. Recentemente, a empresa anunciou investimento de ao menos US$ 2 bilhões para reduzir em 33% suas emissões absolutas diretas e indiretas até 2030, com base nas premissas do Acordo de Paris, além da intenção de tornar-se carbono neutra em 2050. 

Veja também outras notícias:

Para instalação do sistema, a Vale fechou parceria com a Siemens e a MicroPower Comerc (MPC), que na prática, irá reduzir cerca de 20% o custo com energia no porto, ao substituir o fornecimento da rede elétrica da concessionária nos horários de pico de demanda, quando a tarifa é mais cara. O equipamento tem capacidade de armazenamento de 10 megawhatts-hora, o suficiente para atender a 45 mil residências por uma hora.

A Vale informou que esse tipo de tecnologia é um passo importante na estratégia de descarbonização da empresa. O uso de baterias é uma das tecnologias que deverá ser aplicada para substituição de diesel por energia elétrica renovável em equipamentos de transporte, como locomotivas e caminhões fora de estrada, incluída no programa Power Shift, que está sendo implementado pela empresa.

“À medida que a Vale continua a descarbonizar suas operações, o uso de baterias se tornará uma parte cada vez mais importante na eletrificação da nossa frota de equipamentos”, explica o diretor de Energia da Vale, Ricardo Mendes. “Este projeto nos permite testar em campo uma nova tecnologia para acelerar a transformação de energia da Vale, que visa alcançar sua autossuficiência aumentando a geração de energia elétrica principalmente através das fontes solar e eólica em complementação a nossa geração hidrelétrica”, completa.

Tags:
Roberta Souza
Engenheira de Petróleo, pós-graduanda em Comissionamento de Unidades Industriais, especialista em Corrosão Industrial. Entre em contato para sugestão de pauta, divulgação de vagas de emprego ou proposta de publicidade em nosso portal. Não recebemos currículos
fwefwefwefwefwe