MENU
Menu
Início A maior usina solar do mundo! Bhadla Solar Park conta com 2.245 MW, 10 milhões de painéis solares e ocupa uma área de 5 mil hectares

A maior usina solar do mundo! Bhadla Solar Park conta com 2.245 MW, 10 milhões de painéis solares e ocupa uma área de 5 mil hectares

13 de abril de 2024 às 15:25
Compartilhe
Compartilhar no WhatsApp
Compartilhar no Facebook
Compartilhar no LinkedIn
Compartilhar no Telegram
Compartilhar no Twitter
Compartilhar no E-mail
Siga-nos no Google News
A maior usina solar do mundo! Bhadla Solar Park conta com 2.245 MW, 10 milhões de painéis solares e ocupa uma área de 5 mil hectares
Foto: Usina solar gigante/Dall-e

Índia é dona da maior usina solar do mundo. Chamada de ‘Bhadla Solar Park’, a usina conta com 10 milhões de painéis solares.

A maior usina solar do mundo, intitulada Bhadla Solar Park ocupa uma área de 56 km² em Bhadla, no estado indiano do Rajastão, no oeste do país. Com alta incidência solar, a média de temperatura local oscila entre 46°C e 48°C. O clima seco, árido e as frequentes tempestades de areia que assolam a região são tidos como ideais para a geração de energia dos painéis solares.

Engenheiros da maior usina solar do mundo comentam sobre o empreendimento

O projeto, que teve início em 2015, teve quatro fases de construção, a última em 2020, e é tocado por uma joint venture, fruto de uma parceria entre o governo do Rajastão e o Ministério de Energia Nova e Renovável (MNRE, na sigla em inglês) da Índia. Com painéis solares fotovoltaicos, o Bhadla Solar Park possui capacidade para abastecer mais de uma cidade inteira.

Artigos recomendados

Além de contribuir para que a Índia alcance suas metas de produção de energia limpa, tornando o país menos dependente de combustíveis fósseis, a maior usina solar do mundo também reduz a emissão de gases de efeito estufa, evitando que cerca de 4 milhões de toneladas de CO² sejam liberadas na atmosfera por ano.

Em tempo: a China possui a segunda maior usina solar do mundo, a terceira também está instalada na Índia. Trata-se do Pavagada Solar Park, que fica situado no distrito de Tumakuru, ao sul do país.

Desafios encontrados pelos engenheiros do Bhadla Solar Park

A construção da maior usina solar do mundo, perto da fronteira da Índia com o Paquistão, começou a aparecer em imagens de satélite em 2015, como citado anteriormente.

Atualmente, milhões de painéis solares fotovoltaicos cobrem uma parte de Phalodi, dando uma aparência metálica a paisagens que antes eram arenosas e marrons. O Operational Land Imager (OLI) do satélite Landsat 8 capturou imagens de satélite em cores naturais do Bhadla Solar Park em 2022.

Blackridge Research & Consulting/Reprodução

A maior usina solar do mundo se espalha por mais de 5.700 hectares (57 km²). Com uma capacidade total de 2.245 MW, ele está entre os maiores parques solares do mundo. Sua presença recentemente ajudou o Rajastão a ultrapassar Karnataka como estado indiano com maior capacidade solar instalada.

Apesar dos céus claros da área significarem que a luz solar é abundante, as frequentes tempestades de poeira representam um desafio de engenharia. Elas revestem os painéis solares com camadas de minerais e areia que dificultam a produção de energia.

Alguns operadores optaram por liberar milhares de robôs de limpeza nos módulos, uma tática projetada para reduzir as necessidades de trabalho manual e a quantidade de água necessária para a limpeza. Algumas pesquisas sugerem que as imagens do Landsat podem ajudar a esses sistemas, ajudando a identificar o acúmulo de poeira e otimizar as operações de limpeza. 

Índia também é dona do terceiro maior parque de energia solar do mundo!

É importante mencionar que a Índia também é dona do terceiro maior parque solar do mundo, chamado Pavagada Solar Park, como mencionado anteriormente.

O empreendimento de energia solar está localizado no distrito de Karnataka, ocupando um espaço de 13 mil hectares, com uma capacidade instalada de 2,05 GW de potência instalada.

Contudo, é importante mencionar que o país ainda conta com outros problemas, tendo em vista que mesmo que pudesse investir em grandes usinas de energia solar ou outras fontes renováveis para avançar na transição energética, o país conta com infraestruturas básicas muito deficitárias, onde se incluem várias zonas sem acesso à eletricidade regularmente.

Inscreva-se
Notificar de
guest
14 Comentários
Mais antigos
Mais recente Mais votado
Feedbacks
Visualizar todos comentários
Relacionados
Mais recentes
COMPARTILHAR
14
0
Adoraríamos sua opnião sobre esse assunto, comente!x