800 vagas de emprego! A gigante japonesa Modec tem o Brasil como melhor local do mundo para investimento

800 vagas de emprego! A gigante japonesa Modec tem o Brasil como melhor local do mundo para investimento

800 vagas de emprego na Modec em 2020! Petrobras e outras petroleiras multinacionais deverão demandar de 20 a 30 plataformas de petróleo nos próximos cinco anos.

Ótimas notícias para a construção naval, muitas vagas de emprego estão por vir! A gigante japonesa Modec está de olho no potencial de crescimento da indústria de petróleo do Brasil com o pré-sal, tendo o país como melhor mercado para investimentos e mira grandes contratos. FPSO da Modec em operação no Brasil é reconhecido internacionalmente por tecnologia de ponta em digitalização

Leia também

Apostando no desenvolvimento tecnológico para se destacar frente a rivais internacionais,  a companhia buscará conquistar pelo menos um ou dois grandes contratos de afretamento de plataformas por ano no país.

De acordo com Soichi Ide, diretor digital e vice-presidente de operações do grupo Modec na América Latina e Gana, a concessão de importantes ativos para gigantes petroleiras nos últimos anos classificou o Brasil como o melhor local do mundo para a empresa crescer.

Muitas vagas de emprego estão por vir! Nas projeções da fornecedora e operadora de plataformas Modec, a Petrobras e outras petroleiras multinacionais deverão demandar de 20 a 30 plataformas nos próximos cinco anos.

“Nós estamos muito focados em Brasil”, informou o executivo, com entusiasmo, em seu escritório no Rio de Janeiro.

“Eu conheço outros mercados no Mar do Norte, África, Ásia… Não há outros locais como o Brasil, onde nós podemos realmente continuar produzindo novos projetos nessa base, quatro ou cinco projetos todo ano. Isso não está acontecendo em nenhum mercado no mundo, apenas no Brasil”, conclui Soichi.

A  japonesa estima abrir 800 vagas de emprego no Brasil em 2020 como parte do plano de crescimento, as novas contratações elevará em 35% o quadro de 2,3 mil empregados locais. Cerca de 90% dos funcionários da companhia no país são brasileiros.

Em resposta ao aumento da demanda operacional de suas embarcações na Bacia de Campos e às projeções de expansão do negócio para os próximos anos, a Modec teve sua nova base de operações  inaugurada ano passado em Macaé (RJ).

Presente no Brasil desde 2003, a fornecedora e operadora de plataformas já é responsável por 35% da produção do pré-sal brasileiro, com 11 plataformas de petróleo operacionais no país e outras quatro em construção.

Diante dos negócios já em curso e da perspectiva de crescimento, Ide afirmou que a Modec decidiu investir em tecnologia para ampliar os resultados e contribuir com o desenvolvimento regional.

A plataforma incluída em uma seleta lista do Fórum Econômico Mundial, a chamada “Global Lighthouse Network”, foi a FPSO Cidade de Campos dos Goytacazes, que produz no campo de Tartaruga Verde, na Bacia de Campos, operado pela Petrobras.

É a primeira vez que uma instalação industrial localizada na América Latina é incluída na “rede de faróis”– o reconhecimento também é inédito entre unidades offshore e contempla pela primeira vez uma unidade operada por uma empresa japonesa.

Ide destacou ainda que o desenvolvimento tecnológico reconhecido pelo Fórum Econômico foi todo realizado pela empresa no Brasil.

Flavia Marinho

About Flavia Marinho

Engenheira de Produção pós graduada em Engenharia Elétrica e Automação. Experiente na indústria de construção naval onshore offshore