1. Início
  2. / Indústria
  3. / 2° edição do Prêmio Cidades Mineiras vai premiar cidades no setor de mineração no Brasil
Tempo de leitura 3 min de leitura

2° edição do Prêmio Cidades Mineiras vai premiar cidades no setor de mineração no Brasil

Escrito por Bruno Teles
Publicado em 30/03/2023 às 18:53
mineração no Brasil
mineração no Brasil (foto/divulgação)

Cerca de 200 cidades, que utilizam recursos da mineração no Brasil, vão concorrer a 2° edição do “Prêmio Cidades Mineiras – Qualidade da Governança Pública nas Cidades Mineiras”.

Idealizado pelo Ministério de Minas e Energia e implementado pelo Instituto Brasileiro de Mineração (IBRAM) e Agenda Pública. A lista das cidades vencedoras em cada critério de premiação dentro da mineração no Brasil está prevista para ser divulgada no dia 31 de maio, em cerimônia no Ministério de Minas e Energia, em Brasília (DF). Da lista das cidades, 78 ficam no Sudeste, 47 do Centro-Oeste, 32 do Norte, 26 do Nordeste e 17 do Sul.

Saiba mais sobre o prêmio da mineração no Brasil

Serão concedidos oito troféus e oito selos pela qualidade da governança pública nas seguintes categorias: saúde, educação, proteção social, infraestrutura, meio ambiente, governança, finanças públicas e desenvolvimento econômico.

Além dos vencedores de cada categoria da mineração no Brasil, a premiação reconhecerá os destaques regionais de cada região do Brasil. Para vencer, os municípios precisam demonstrar boas práticas de gestão pública ao longo de 2022, atendendo às necessidades da população e mudando as realidades locais.

O prêmio não prevê inscrições e será classificado com base na análise dos dados, dos quais serão selecionadas 24 práticas pré-selecionadas. Destes, oito serão selecionados por uma comissão de seleção. Uma cidade pode ser selecionada em várias categorias. As cidades também serão premiadas com destaques regionais para cada região do país.

Quais os critérios para premiação?

Os dados analisados ​​incluíram cobertura de serviços de atenção primária à saúde; cobertura vacinal da população; gastos com saúde e educação per capita; mortalidade infantil; número de pessoas na população; número de domicílios inscritos no cadastro único de assistência social; pagamentos correntes; indicadores de situação previdenciária ; número de servidores públicos per capita; gastos com planejamento urbano; acesso à água; acesso à coleta de esgoto; PIB (Produto Interno Bruto) per capita; número oficial de empregos; número de MEIs (microempreendedores individuais); e capacidade dos municípios de pagar.

Emprego na mineração no Brasil continua em alta

A indústria de mineração do Brasil terá um declínio no desempenho em 2022. No dia 7, o Instituto Brasileiro de Mineração (Ibram) anunciou que a produção, receita, exportações e arrecadação de impostos do setor caíram em relação a 2021. Ainda assim, os empresários mineiros pretendem gastar mais neste ano.

Segundo o Ibram, a produção brasileira de minério em 2022 é de 1,05 bilhão de toneladas. Essa produção está 12% abaixo do total de 2021, quando a indústria produziu 1,19 bilhão de toneladas. O resultado impactou o faturamento da indústria de mineração, que caiu de R$ 339 bilhões para R$ 250 bilhões no ano passado.

O desempenho do setor pode ser explicado pela queda dos preços do mineral no comércio internacional, bem como pela queda na demanda dos países que mais compram da indústria brasileira, o que afeta as exportações nacionais.

Bruno Teles

Falo sobre tecnologia, inovação, petróleo e gás. Atualizo diariamente sobre oportunidades no mercado brasileiro. Sugestão de pauta? Manda no brunotelesredator@gmail.com

Compartilhar em aplicativos