Menu
Início 15% de indústrias fabricantes de aparelhos como celular, notebooks e televisão interromperam parte da produção por falta de chips

15% de indústrias fabricantes de aparelhos como celular, notebooks e televisão interromperam parte da produção por falta de chips

2 de fevereiro de 2022 às 16:06
Compartilhe
Compartilhar no WhatsApp
Compartilhar no Facebook
Compartilhar no LinkedIn
Compartilhar no Telegram
Compartilhar no Twitter
Compartilhar no E-mail
Siga-nos no Google News
chips - produção - indústrias
Foto: reprodução google imagens

A falta de chips para cumprir a demanda das indústrias de eletrônicos está afetando a produção no Brasil

A escassez mundial de chips está há algum tempo obrigando indústrias de aparelhos eletrônicos no Brasil a fazerem paralisações parciais em sua produção. No último mês, 15% dos fabricantes de aparelhos como celular, notebook e televisão, precisaram realizar a interrupção de parte da produção por falta de componentes eletrônicos.

Leia também:

De acordo com uma pesquisa feita pela Abinee (a associação que representa o setor) e revelada no mês passado, esse número corresponde ao maior percentual de paradas forçadas desde que a associação começou a questionar todo mês os seus associados acerca dos impactos da crise de abastecimento de chips e outros componentes.

Além disso, ao considerar que outras 36% das empresas registraram atrasos de produção ou de entregas devido à escassez de chips e componentes eletrônicos, pode-se dizer que metade das indústrias teve o seu funcionamento afetado no mês de dezembro, ocasionado pelo abastecimento do insumo que não cumpria a demanda.

Sete de cada dez indústrias de aparelhos eletrônicos que usam semicondutores na produção, ou seja, 73% delas, estão com dificuldade para encontrar os chips no mercado. Metade desse numero espera que, até o fim de 2022, o fornecimento dos insumos seja regularizado.

Já no caso das montadoras, a falta de chips semicondutores se mostrou o maior gargalo de produção nas linhas de aparelhos eletroeletrônicos. Entretanto, diferente de 2021, em que as montadoras precisaram parar totalmente sua produção em diversas ocasiões, até o momento isso ainda não se mostrou necessário para nenhuma empresa do segmento.

Consequências da ausência de chips

Segundo a pesquisa da Abinee, 26% das indústrias da indústria de aparelhos eletroeletrônicos estão atualmente com estoques de componentes e matérias-primas menores que o normal. Além disso, 76% das companhias ainda mencionaram a pressão mais alta que a usual dos custos dos materiais, que atinge o segmento de forma mais ampla.

A pesquisa da Abinee também informa sobre as dificuldades de 35% das empresas em obter a liberação de cargas importadas devido à operação-padrão dos auditores da Receita. Os fiscais estão retardando o processo de desembaraço nos portos, pois o bônus por desempenho que era pago a esses trabalhadores voltou a vigorar, tendo como resultado o agravamento de atrasos de produção em um setor de indústrias altamente dependente de componentes importados.

A associação declarou também que a desorganização que a pandemia da Covid-19 causou nas cadeias de produção continuará demandando atenção em 2022, considerando que a falta de chips semicondutores e de outros componentes não tem previsão para ser solucionada. Somado a isso, ainda há os desafios de logística, como fretes caros e dificuldades para reservar tanto contêineres quanto espaço em cargueiros.

Apesar dos empecilhos, a maioria do fabricantes ainda aponta otimismo quanto ao crescimento das vendas neste ano. Segundo a pesquisa realizada pela Abinee em novembro, 69% das empresas esperavam fazer mais negócios em 2022 do que em 2021; agora, 67% deles mantém essa previsão.


Você quer receber apenas notícias e vagas de emprego do seu interesse? A solução chegou através do app CPG VAGAS E NOTÍCIAS! Se você é pintor, vai receber no seu celular apenas oportunidades neste cargo. E será assim com pedreiro, técnico, engenheiro e etc..... Não perca nada do que acontece no mercado de trabalho e econômico do Brasil, baixe agora o app CPG VAGAS E NOTÍCIAS, disponível para Android e IOS!

APP CPG VAGAS E NOTÍCIAS

Relacionados
Mais recentes
COMPARTILHAR
BANNER POPUP CPG VAGAS E NOTICIAS 2 Fechar