A Inglaterra colocou pressão em Temer e aliviou as normas do pré-sal para Shell, BP e outros multinacionais

Afim de favorecer empresas como a Shell e BP, regras ambientais, conteúdo local e impostos foram suavizadas após encontro com ministro britânico.

[supsystic-social-sharing id=’1′]Uma reportagem reveladora acaba de ser divulgada por uns dos jornais mais aclamados do mundo, o The Guardian. A governança da Inglaterra colocou pressão em Michel Temer, e foram bem sucedidos, para mudar as diretrizes regulamentadoras da exploração da combustíveis fósseis no Brasil, favorecendo empresas globais como Shell e a BP. Quem estava coma difícil missão de fazer o Lobby é  o ministro do Comércio, Greg Hands, que veio ao RJ e se encontrou com Paulo Pedrosa secretário do Ministério de Minas e Energia, de Michel Temer.

“Missão dada é missão cumprida”! Com esse lema, o governo inglês conseguiu sem muita dificuldade que o governo do nosso país extinguisse exigências de conteúdo local brasileiro, abrandasse cumprimento de normas ambientais  e que empresa de grande porte no segmento petrolífero multinacionais de impostos, ultrapassando a incrível marca de R$ 1 trilhão de impostos e burocracias arrecadas pelo país.

Segundo o próprio The Guardian em entrevista com petroleiros, Michel Temer foi apelidado de “Misshell Temer“, porque segundo eles, o líder brasileiro está indo contra a soberania do Brasil e entregando tudo de mão beijada para os estrangeiros, eliminando até regras capitais, segundo o Jornal. Clique aqui e veja a publicação do Jornal.  A Tradução do texto você encontra aqui, leia com atenção, pois apenas estamos replicando, não somos os autores do texto.

TENHA UM CV ESPECÍFICO PARA O SETOR DE ÓLEO E GÁS

Você gostaria de ter um currículo desenvolvido especialmente para uma vaga no meio marítimo, em plataforma, offshore ou cabotagem? Adquira seu currículo offshore formatado e específico aqui📄
Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.