MENU
Menu
Início Tesla está trabalhando em projeto de baterias a base de manganês com objetivo de tornar a produção mais viável e de baixo custo

Tesla está trabalhando em projeto de baterias a base de manganês com objetivo de tornar a produção mais viável e de baixo custo

31/03/2022 às 12:22
Compartilhe
Compartilhar no WhatsApp
Compartilhar no Facebook
Compartilhar no LinkedIn
Compartilhar no Telegram
Compartilhar no Twitter
Compartilhar no E-mail
Siga-nos no Google News
Tesla - Elon Musk - carros elétricos - baterias - - Manganês
Fábrica da Tesla em Fremont – imagem: Insideevs/UOL

Elon Musk, CEO da Tesla, diz que a nova bateria de manganês pode ser a chave para escalar a produção dos carros elétricos e torna-los com preços mais atrativos.

Em um discurso aos funcionários da Tesla Gigafactory Berlim durante a cerimônia de abertura da fábrica, Elon Musk confirmou que seus colaboradores estão explorando o manganês como material de novas baterias. Segundo o empresário, os estudos visam dimensionar as baterias dos carros elétricos para os 300 terawatts-hora de produção anual necessários para alcançar o transporte sustentável, mas para isso serão necessárias alternativas para materiais de bateria LFP acessíveis.

Elon Musk defende o uso de baterias de carros elétricos a base de manganês

Elon Musk dança na entrega dos primeiros carros da Tesla Gigafactory Berlim – Reprodução/Youtube

Elon Musk tem sido um defensor do uso de manganês como material catódico em baterias de veículos elétricos e ele apenas reiterou suas preferências durante a cerimônia de abertura da Tesla Gigafactory Berlim.

Questionado sobre o potencial do manganês como material de fabricação das baterias ao fazer um discurso perante os funcionários da Gigafactory alemã, Elon Musk respondeu da seguinte maneira: “Acho que há um potencial interessante para o manganês”.

Essa não é a primeira vez que o CEO da Tesla mencionou que está explorando o manganês como uma alternativa ao ferro ou fósforo atual que a empresa usa nas baterias LFP para seus veículos padrão. De acordo com Musk, o mundo precisará de nada menos que 300 terawatts-hora (TWh) de produção de células de bateria em algum momento para mudar completamente o cenário dos combustíveis fósseis. Essa escala só pode ser alcançada com materiais baratos e abundantes como os das baterias a base de manganês.

Níquel dispara e Elon Musk estuda a possibilidade de baterias a base de manganês

O recente aumento estratosférico no preço do níquel induzido pela invasão Russa a Ucrânia só provou que o CEO da Tesla estava certo, pois os materiais comuns de bateria de níquel-cobalto-alumínio que entram em carros elétricos de longo alcance são tudo, menos baratos e abundantes.

É por isso que Elon Musk quer adicionar manganês ao ferro e fósforo usados ​​para produzir baterias para carros elétricos mais acessíveis para, em última análise, ter uma chance de alcançar as centenas de TWh/ano de produção necessárias no caminho para o transporte sustentável.  

A Tesla já está usando manganês em algumas de suas células de bateria Powerwall, mas na cerimônia de abertura do Gigafábrica de Berlim, o CEO da Tesla, Elon Musk, disse que pode e deve se tornar uma alternativa viável aos materiais de bateria comuns usados ​​agora, já que “em grande escala, precisamos de dezenas de, talvez centenas de milhões de toneladas. Portanto, os materiais usados ​​para produzir essas baterias em grande escala precisam ser materiais comuns ou você não pode escalar”, destacou o empresário.

Em 2020 CEO da Tesla já falava sobre o uso de manganês para produção de baterias

Neste ano o empresário da Tesla falou novamente que utilizar manganês seria a solução – Reprodução/Twitter

Embora isso possa ter sido uma surpresa para algumas pessoas, Electrek nos lembra que Musk falou sobre manganês no Battery Day da empresa em 2020, quando ele estava revelando o conceito de célula de bateria 4680 da Tesla. Musk compartilhou: “É relativamente simples fazer um cátodo com dois terços de níquel e um terço de manganês, o que nos permitirá produzir 50% mais volume de células com a mesma quantidade de níquel.”  

Além do comentário anterior e da menção ao manganês em seu discurso recente, não se sabe muito sobre o potencial da Tesla para futuras baterias baseadas em manganês.

No entanto, o CEO deixou bem claro que, para que a Tesla escale de maneira massiva, ela precisa usar materiais comuns. De acordo com a Electrek, a Tesla não é a única empresa que estuda o uso de manganês para baterias. Muitos grupos de pesquisa já publicaram estudos sobre o uso de baterias à base de manganês para maior densidade energética e redução de custos.

Relacionados
Mais recentes
COMPARTILHAR