Início Sencinet vence licitação da Petrobras e fornecerá tecnologia de satélites para conexão de unidades produtivas da estatal

Sencinet vence licitação da Petrobras e fornecerá tecnologia de satélites para conexão de unidades produtivas da estatal

28 de julho de 2022 às 03:39
Compartilhe
Siga-nos no Google News
O hub central da Petrobras, no Rio de Janeiro, será conectado via tecnologia de satélites com todas as unidades remotas marítimas e terrestres da empresa, após a Sencinet vencer a licitação da estatal em busca de uma prestadora de serviços.
Fonte: Teletime

O hub central da Petrobras, no Rio de Janeiro, será conectado via tecnologia de satélites com todas as unidades remotas marítimas e terrestres da empresa, após a Sencinet vencer a licitação da estatal em busca de uma prestadora de serviços.

Durante a última sexta-feira, (22/07), a Petrobras anunciou que a Sencinet foi a grande vencedora da sua licitação para a escolha da empresa que realizará a interconexão via satélite entre a estação central (Hub) da estatal, no Rio de Janeiro, e as unidades produtivas da empresa. Dessa forma, a estatal contará com a tecnologia da empresa para tornar a sua produção ainda mais modernizada e controlada na região.

Licitação da Petrobras para serviço de interconexão entre hub produtivo e unidades é vencida pela companhia Sencinet, que fornecerá tecnologia de satélite para a estatal

A Petrobras continua avançando em busca de mais tecnologia, modernização e segurança nas suas operações em todo o Brasil e anunciou que a companhia Sencinet foi a vencedora da sua licitação para a conexão via satélite das unidades terrestres e marítimas ao hub de produção no Rio de Janeiro. A empresa fornecerá a sua tecnologia e seus serviços para garantir um controle maior nos processos produtivos da estatal.

Artigos recomendados

O contrato entre a Petrobras e a Sencinet tem prazo de validade de cinco anos totais e também prevê ainda o fornecimento, instalação e manutenção dos kits de equipamentos necessários para a operação em localidades offshore e onshore no setor de petróleo e gás natural no Brasil.

Dessa forma, haverá a operação remota de plataformas, embarcações, escritórios, refinarias e demais instalações da companhia, por meio da tecnologia de interconexão via satélite que será fornecida pela Sencinet à estatal.

Além disso, o diretor executivo de vendas e marketing da Sencinet, Jayme Ribeiro, comentou sobre os principais diferenciais da empresa para ser a vencedora da licitação e destacou a qualidade do serviço de tecnologia e o preço atraente.

“Como a maior concentração de tráfego da Petrobras ocorre nas bacias de Campos dos Goytacazes, e de Santos, por exemplo, vamos usar um feixe específico que cobre a Região Sudeste. Ele entregará maior potência a menores custos. Para as demais regiões do país, utilizaremos a tecnologia tradicional que oferece condições suficientes para as operações da petrolífera”, comentou o executivo.

Sencinet investirá em modernização de sua tecnologia de satélite para fornecimento de serviços à estatal após vencer a licitação para interconexão de unidades

Entre os principais pontos que atraíram à Petrobras a Sencinet está o diferencial da tecnologia de conexão via satélite da empresa, que se chama “Spot beam”, na qual os sinais do satélite são direcionados para pontos específicos na superfície da Terra, enquanto no modelo tradicional, toda a área de cobertura tem um único feixe.

E, para garantir a melhor utilização dessa tecnologia, a empresa pretende realizar fortes investimentos na modernização do seu sistema de telecomunicação localizado no teleporto de Hortolândia, no interior de São Paulo.

O principal investimento a curto prazo será a instalação de uma antena de mais ou menos nove metros que apontará na direção dos satélites que operam na tecnologia Spot Beam. Além disso, a empresa investirá na tecnologia de compartilhamento de dados, já que a licitação prevê a entrega de uma capacidade média de banda de 240 megabits por segundo ao longo dos cinco anos do contrato, direcionada principalmente para as unidades offshore nas Bacias de Campos e Santos, incluindo o pré-sal.

Agora, a Petrobras continua a investir na modernização do controle de suas operações e aproveitará a tecnologia de conexão via satélite de suas unidades por parte da Sencinet para continuar seu plano de expansão no país.

Curtiu? Apoie nosso trabalho seguindo nossas redes sociais e tenha acesso a conteúdos exclusivos. Não esqueça de comentar e compartilhar.
Facebook Facebook
Twitter Twitter
LinkedIn LinkedIn
YouTube YouTube
Instagram Instagram
Telegram Telegram
Google News Google News

Relacionados
Mais recentes