Home > Sem categoria

Refinaria vai começar a chamar 2.500 trabalhadores de uma vez

Paulo Nogueira
por
-
06-09-2017 16:53:35
em Sem categoria
Rlam

Comunicado oficial da Secretaria da Desenvolvimento disse que a refinaria RLAM vai contratar para mão de obra temporária.

[supsystic-social-sharing id=’1′]A secretária de Desenvolvimento Econômico de São Francisco do Conde, Ana Cristina Oliveira, explicou, durante entrevista ao programa Baiana Livre desta segunda-feira (4), os novos critérios para contratação de profissionais em empresas que prestam serviços a Refinaria Landulpho Alves (RLAM). Com a nova política para a contratação de mão de obra temporária, o processo seletivo será feito através do SineBahia.

“Nós definimos que dentro desses processos, todos os trabalhadores que estão com o cadastro atualizado irão participar do processo. O Sine central fará uma seleção a partir das relações que iremos encaminhar. Eles vão puxar todos que estão no perfil e o próprio sistema irá selecionar o sujeito, a central entra em contato com o candidato e ele deve buscar sua carta no Sine local”, explicou.

Ainda de acordo com a secretária, as obras irão gerar 2.500 empregos, sendo 80% das vagas serão destinadas aos municípios da região metropolitana. Segundo ela, serão seis empresas contratantes de mão de obra temporária para a manutenção da unidade 39 da refinaria.

“Fizemos um acordo coletivo que 20% do total de vagas ficarão a disposição das empresas. Foram seis empresas que assinaram oito contratos e terão o direito de trazerem os seus estafes. Os outros 80% ficarão e serão divididos de forma igualitária entre os municípios de Madre de Deus, Candeias, São Sebastião do Passé, São Francisco do Conde e Simões Filho”, declarou. Fonte:  Bahia FM

Tags:
Paulo Nogueira
Com formação técnica, atuei no mercado de óleo e gás offshore por alguns anos. Hoje, eu e minha equipe nos dedicamos a levar informações do setor de energia brasileiro e do mundo, sempre com fontes de credibilidade e atualizadas.
fwefwefwefwefwe