Menu
Início Polimix irá investir R$ 600 milhões para reativação de fábrica e deve gerar 1500 vagas de emprego

Polimix irá investir R$ 600 milhões para reativação de fábrica e deve gerar 1500 vagas de emprego

28 de fevereiro de 2024 às 19:16
Compartilhe
Compartilhar no WhatsApp
Compartilhar no Facebook
Compartilhar no LinkedIn
Compartilhar no Telegram
Compartilhar no Twitter
Compartilhar no E-mail
Siga-nos no Google News
Reativação da fábrica de cimento no estado de Sergipe promete gerar 1500 vagas de emprego com investimento da Polimix.
Foto: Arthuro Paganini/Secom

Reativação da fábrica de cimento no estado de Sergipe promete gerar 1500 vagas de emprego com investimento da Polimix.

A reativação da fábrica de cimento em Nossa Senhora do Socorro, Sergipe, está ganhando impulso com o investimento de R$ 600 milhões anunciado recentemente pela Polimix. A companhia está prometendo gerar 1500 vagas de emprego diretas e indiretas no estado com a reativação da planta. A iniciativa, que revitalizará o complexo industrial fechado por sete anos, recebeu a licença ambiental e incentivos fiscais do governo do estado através do Programa Sergipano de Desenvolvimento Industrial. O foco da Polimix e do Governo de Sergipe é impulsionar a economia do estado ao longo dos próximos anos com a fábrica. 

Polimix anuncia investimento de R$ 600 milhões em fábrica de cimento

O estado de Sergipe está com boas notícias para a economia ao longo dos próximos meses.

Artigos recomendados

O governador Fábio Mitidieri, a primeira-dama Érica Mitidieri e o secretário de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia, Valmor Barbosa, estiveram em uma reunião com o grupo Polimix, que anunciou um investimento de R$ 600 milhões na reativação da fábrica de cimento de Nossa Senhora do Socorro. 

A iniciativa visa não apenas revitalizar o complexo industrial, fechado por mais de sete anos, mas também gerar cerca de 1500 vagas de emprego diretas e indiretas no estado.

O governador Fábio Mitidieri celebrou a parceria com a Polimix, destacando a importância da reativação para a economia sergipana.

O estado, que já abriga unidades de grandes empresas como Mizu e Votorantim, está buscando reforçar sua posição como um dos maiores produtores de cimento no Nordeste.

Com a licença ambiental já emitida e incentivos fiscais concedidos pelo Conselho de Desenvolvimento Industrial, o projeto está completamente alinhado com o Programa Sergipano de Desenvolvimento Industrial.

O grupo Polimix arrematou a fábrica de cimento em julho de 2022 e está reforçando agora sua visão de potencial futuro para o estado com o investimento milionário. 

Fábrica de cimento em Sergipe passará por revitalização completa

A fábrica de cimento de Nossa Senhora do Socorro passará por um processo de revitalização e modernização nos próximos seis meses, antes de iniciar as operações. 

Inicialmente, o clínquer, matéria-prima utilizada para a produção de cimento, será fornecido por outras unidades industriais do grupo.

Após esse período, a unidade industrial de Socorro começará a produção e retomará a posição de Sergipe no mercado de cimento.

Além do impulso à economia, o projeto de revitalização da fábrica também irá gerar milhares de vagas de emprego diretas e indiretas para os moradores da região. 

A parceria entre o governo e a Polimix visa qualificar a mão de obra local, evitando o desemprego e garantindo mais oportunidades para a população.

Agora, a Polimix e o Governo de Sergipe seguirão juntos dando continuidade ao projeto!

Sobre a Polimix

Inscreva-se
Notificar de
guest
0 Comentários
Feedbacks
Visualizar todos comentários
Relacionados
Mais recentes
COMPARTILHAR
0
Adoraríamos sua opnião sobre esse assunto, comente!x