Petrobras, Shell, Total, CNPC e CNOOC  iniciaram a produção de Libra na Bacia de Santos

Mais de 50 mil barris de petróleo e 4 milhões de metros cúbicos de gás começam a ser processados

A Petrobras e seus parceiros Shell, Total, CNPC e CNOOC iniciaram, nesse domingo (26/11/2017), a produção do bloco de Libra, no pré-sal da Bacia de Santos, com a entrada em operação do FPSO Pioneiro de Libra (unidade flutuante que produz, armazena e transfere petróleo), dedicado a Testes de Longa Duração e Sistemas de Produção Antecipada. Essa é a primeira unidade da Petrobras equipada para injetar todo o gás produzido durante os testes. Até o momento, foram perfurados 12 poços no bloco de Libra. Por sua magnitude, potencial de produção, boa qualidade do óleo e alto valor comercial, Libra abre uma nova oportunidade de negócios na indústria offshore.

O Pioneiro de Libra tem capacidade de processar, diariamente, até 50 mil barris de petróleo e 4 milhões de metros cúbicos de gás associado. Com duração prevista de um ano, o Teste de Longa Duração tem o objetivo de avaliar o comportamento do reservatório de petróleo e ampliar o conhecimento das características da jazida.

Lembrando que a partir de 2018, começa o processo de aquisições de plataformas para produção do pré-sal, inclusive o Jornal Nacional fez até uma matéria na semana passada com este tema. Vão chegar ao Brasil 20 unidades offshore que irão gerar cerca de 500 mil empregos em toda cadeia produtiva do petróleo, direta e indiretamente. Confira aqui a reportagem do Jornal Nacional. Fonte: TNT

Você que se qualificar nesta área e receber as melhores oportunidades? Ative as notificações do CPG e não perca nada sobre o que acontecer no setor. Dilvulgamos as principais informações, processos seletivos com publicações oficiais das empresas e tudo o que acontece no ramo industrial, óleo e gás. Também estamos nas principais redes sociais e contamos com mais de 600 mil acessos mensais.



Você pode gostar...

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.