MENU
Menu
Início Petrobras perfura novo poço na Margem Equatorial e busca petróleo na Bacia Potiguar

Petrobras perfura novo poço na Margem Equatorial e busca petróleo na Bacia Potiguar

16 de fevereiro de 2024 às 23:38
Compartilhe
Compartilhar no WhatsApp
Compartilhar no Facebook
Compartilhar no LinkedIn
Compartilhar no Telegram
Compartilhar no Twitter
Compartilhar no E-mail
Siga-nos no Google News
Avanço na exploração de petróleo e gás da Petrobras na Margem Equatorial, que inclui as bacias do Potiguar e da Foz do Amazonas.
Foto: Foresea

Avanço na exploração de petróleo e gás da Petrobras na Margem Equatorial, que inclui as bacias do Potiguar e da Foz do Amazonas.

A Petrobras continua seu programa de exploração na Margem Equatorial, uma região que abrange as bacias sedimentares do litoral norte do Brasil. Conforme as notícias divulgadas pelo Petronotícias, a estatal iniciou em fevereiro a perfuração do poço Anhangá, no bloco POT-M-762, na Bacia Potiguar, no Rio Grande do Norte. O poço de petróleo fica a 79 km da costa e tem uma profundidade de água de 1.180 metros. A sonda contratada para a operação foi a ODN-II, da empresa Foresea. No entanto, ainda aguarda a licença para explorar na Foz do Amazonas.

Petrobras avança na exploração de petróleo e gás na Margem Equatorial

O poço Anhangá é o segundo que a Petrobras perfura na Margem Equatorial neste ano.

Artigos recomendados

Em janeiro, a companhia concluiu a perfuração do poço Pitu Oeste, no mesmo bloco, e anunciou a descoberta de hidrocarbonetos.

No entanto, ainda não há definição sobre a comercialidade da área, que depende de mais estudos e testes.

A Petrobras também espera obter a autorização ambiental para iniciar a perfuração na Bacia da Foz do Amazonas, onde possui 12 blocos exploratórios.

A empresa já solicitou à Agência Nacional do Petróleo (ANP) a prorrogação do prazo para cumprir o plano de exploração desses blocos, que vence em maio deste ano.

A Foz do Amazonas é considerada uma fronteira exploratória de alto potencial, mas também de alto risco ambiental.

Fonte: CNN Brasil

Enquanto perfura novo poço no RN, estatal espera licença para a Foz do Amazonas

A Margem Equatorial é uma das prioridades da Petrobras para os próximos anos.

No seu Plano Estratégico 2024–2028, a empresa prevê investir US$ 3,1 bilhões em pesquisa e desenvolvimento de petróleo e gás na região, com a perfuração de 16 poços até 2028.

A Petrobras visa ampliar sua reserva de hidrocarbonetos e diversificar sua carteira de ativos.

Fonte: Petronotícias

Inscreva-se
Notificar de
guest
Seus comentários são moderados antes de serem aprovados ou não! Portanto, estão proibidos os seguintes termos: palavras de baixo calão, ofensas de qualquer natureza e proselitismo político. A infração destas regras ocasionará na impossibilidade de comentar e até mesmo exclusão de seu cadastro. Seus comentários, perfil e atividades são vistos por MILHÕES DE PESSOAS, então aproveite esta janela de oportunidades e faça seu cadastro aqui ou faça login com suas redes sociais.
0 Comentários
Feedbacks
Visualizar todos comentários
Relacionados
Mais recentes
COMPARTILHAR
0
Adoraríamos sua opnião sobre esse assunto, comente!x