MENU
Menu
Início Petrobras assina acordo de venda das áreas Uruguá e Tambaú para a Enauta: confira os detalhes!

Petrobras assina acordo de venda das áreas Uruguá e Tambaú para a Enauta: confira os detalhes!

22 de dezembro de 2023 às 01:30
Compartilhe
Compartilhar no WhatsApp
Compartilhar no Facebook
Compartilhar no LinkedIn
Compartilhar no Telegram
Compartilhar no Twitter
Compartilhar no E-mail
Siga-nos no Google News
companhia, estatal, Águas Profundas, Bacia de Santos, Enauta, Fusões e Aquisições, Modec, Petrobras
O FPSO Cidade de São Paulo produz nos campos de Tambaú e Uruguá. na Bacia de Santos (Foto: Cortesia PAC) – Todos os direitos: EPBR

Venda de Uruguá e Tambaú fechada com Enauta por US$ 35 mi inclui 100% das concessões, FPSO Cidade de Santos e contrato de afretamento.

A Petrobras fechou um acordo com a Enauta nesta quinta-feira (21/12) para a venda dos campos de Uruguá e Tambaú, em águas profundas no pós-sal, localizados na Bacia de Santos. A transação foi concluída por US$ 35 milhões e envolve 100% das concessões.

A estatal também acertou a extensão do contrato de afretamento do FPSO Cidade de Santos com a Modec, com término previsto para janeiro de 2024. A unidade está instalada em lâmina d’água de aproximadamente 1.300 metros e tem capacidade de produção de 25 mil barris de petróleo e 10 milhões de metros cúbicos diários de gás natural. A Petrobras continua investindo em medidas estratégicas para otimizar seus ativos.

Artigos recomendados

A Petrobras e o desinvestimento estratégico

O desinvestimento foi iniciado em setembro de 2021, ainda durante o governo de Jair Bolsonaro. O presidente Lula é contrário à venda de ativos da Petrobras.

A estratégia da Petrobras na venda de ativos

Em nota divulgada hoje, a Petrobras afirmou que a decisão pela venda é resultado ‘de um processo de gestão ativa do portfólio’. Segundo a estatal, os campos representam hoje menos de 1% da produção operada pela empresa na Bacia de Santos e, por isso, têm baixa aderência estratégica ao portfólio.

Produção dos campos Uruguá e Tambaú

De janeiro a setembro de 2023, Uruguá e Tambaú produziram 5,4 mil barris/dia de petróleo e 353 mil m³/dia de gás, em média.

Alternativa ao descomissionamento

‘A transferência dos ativos para um novo operador representa uma alternativa ao seu descomissionamento, com perspectiva de extensão de sua vida produtiva, ao mesmo tempo em que possibilita à Petrobras direcionar seus investimentos no segmento de E&P em ativos mais aderentes à estratégia da companhia, que envolve dentre outros a descarbonização crescente das operações’, disse a empresa em nota.

Detalhes financeiros da transação

Do valor total da operação, US$ 3 milhões foram pagos pela Enauta hoje e US$ 7 milhões serão pagos no fechamento da transação. Outros US$ 25 milhões dizem respeito a pagamentos contingentes, que dependem das cotações futuras do Brent e de eventos relacionados ao desenvolvimento dos ativos.

 

Fonte: EPBR

Inscreva-se
Notificar de
guest
Seus comentários são moderados antes de serem aprovados ou não! Portanto, estão proibidos os seguintes termos: palavras de baixo calão, ofensas de qualquer natureza e proselitismo político. A infração destas regras ocasionará na impossibilidade de comentar e até mesmo exclusão de seu cadastro. Seus comentários, perfil e atividades são vistos por MILHÕES DE PESSOAS, então aproveite esta janela de oportunidades e faça seu cadastro aqui ou faça login com suas redes sociais.
0 Comentários
Feedbacks
Visualizar todos comentários
Relacionados
Mais recentes
COMPARTILHAR
0
Adoraríamos sua opnião sobre esse assunto, comente!x