Petrobras anuncia implementação de plano home office pós pandemia para funcionários

Flavia Marinho
por
-
31-08-2020 17:51:16
em Petróleo, Óleo e Gás
home office petrobras pandemia O modelo permanente home office Petrobras pode ajudar na redução de custos por meio da otimização da ocupação de prédios administrativos

O modelo permanente home office Petrobras pode ajudar na redução de custos por meio da otimização da ocupação de prédios administrativos

A Petrobras anunciou nesta segunda-feira (31/08), para seus funcionários o plano para adotar o modelo de home office permanente após a pandemia. A implantação do modelo foi aprovada pela diretoria executiva da companhia na última sexta-feira (28). Aproveite a quarentena para se qualificar, Gerdau abre 9 mil vagas para curso gratuito de capacitação de empreendedores no Brasil e nas Américas

Leia também

A Petrobras já havia determinado que iria permanecer em home office até o final do ano e avaliar um modelo para manter o teletrabalho após dezembro. A partir do dia 1 de setembro, os funcionários poderão sinalizar ao RH se querem aderir ao novo modelo de home office por até três dias.

A opção não é obrigatória e o profissional pode indicar menor frequência ou até mudar de ideia no futuro.

Mas o gerente executivo de RH, Cláudio Costa, fala que a expectativa é de uma alta aderência da equipe. Segundo pesquisa interna com 13.400 empregados, cerca de 86% classificou a experiência de teletrabalho como ótima ou boa e 82% tem interesse em adotar o trabalho home office em até três dias.

Enquanto a redução do espaço de escritório ainda é um plano para o futuro, a Petrobras planeja uma capacidade para 50% do quadro no presencial.

Segundo o informe da Petrobras “A aprovação antecipada reflete o momento de transformação cultural e digital que a Petrobras está vivendo e o compromisso em ouvir as demandas dos trabalhadores, que têm buscado cada vez mais a conciliação entre a vida profissional e a pessoal, melhor uso do seu tempo e maior flexibilidade. O modelo permanente também pode ajudar na redução de custos por meio da otimização da ocupação de prédios administrativos.”

“Haverá uma redução de custos para a companhia, não há dúvida, mas nosso objetivo com a decisão foi muito mais a eficiência, com o aumento observado na qualidade de vida, produtividade e engajamento”, explica Cláudio Costa.

Na pesquisa, 60% dos empregados disseram que a produtividade aumentou durante o período de quarentena e 34% viram uma manutenção da produtividade. Entre as vantagens de trabalhar home office, os funcionários apontaram o menor risco de exposição à Covid-19 (92%), ausência de deslocamento para o escritório (91%) e melhor qualidade de vida (64%).

A medida da Petrobras vai valer para todos os funcionários administrativos, até mesmo aqueles vinculados a áreas operacionais. No total, são 28.500 colaboradores espalhados pelo Brasil que terão a opção de trabalhar home office.

Tags:
Flavia Marinho
Engenheira de Produção pós graduada em Engenharia Elétrica e Automação. Experiente na indústria de construção naval onshore e offshore. Entre em contato para sugestão de pauta, divulgação de vagas de emprego ou proposta de publicidade em nosso portal.