Início Patinete elétrico da Bugatti chega ao mercado automotivo custando menos de R$ 7 mil

Patinete elétrico da Bugatti chega ao mercado automotivo custando menos de R$ 7 mil

1 de julho de 2022 às 12:36
Compartilhe
Siga-nos no Google News
Scooter elétrica da Bugatti chega ao mercado automotivo custando menos de R$ 8 mil
Patinete elétrico da marca foi revelado no mês passado – imagem: Divulgação/Bugatti

A Bugatti, empresa que desenvolve diversos carros de luxo e esportivos, agora reduziu seus preços para vender um patinete elétrico por apenas R$ 6 mil. O veículo consegue atingir até 30 km/h.

A Bugatti é muito conhecida pelos entusiastas de automóveis no mundo inteiro, não apenas pela velocidade recorde de seus veículos, mas também por seus preços. Entretanto, dessa vez, por incrível que pareça, a Bugatti está disponibilizando um patinete elétrico por menos de R$ 7 mil. Esta é a Bugatti 9.0, a primeira ‘scooter’ de duas rodas.

Veículo elétrico da Bugatti consegue atingir velocidade máxima de 30 km/h

Patinete da Bugatti

A Scooter Elétrica da Bugatti é um resultado de uma parceria entre a montadora e a empresa de acessórios elétricos Bytech. Como é possível observar, é uma scooter de pedal que lembra a chamada Ducati Pro-I Evo. Porém, não é algo que pode ser utilizado para altas velocidades.

Artigos recomendados

O veículo elétrico é alimentado por um motor de 600 W e uma bateria de 360Wh, podendo atingir uma velocidade máxima de 30 km/h. Com uma estrutura em liga de magnésio, o patinete elétrico traz duas rodas de 9 polegadas (22,86 cm) e pesa cerca de 15,9 kg.

Seu design é limpo, possui maior aerodinâmica e tem como base linhas e cores ligadas à linguagem da Bugatti, com acabamentos em azul, preto e prata. O motor da ‘scooter’ elétrica fornece uma potência suficiente para subir uma inclinação de até 15 graus. O dispositivo conta com uma bateria removível que pode ser recarregada em uma tomada padrão em cerca de 4 horas.

‘Scooter’ elétricada Bugatti possui autonomia de até 35 km 

O veículo conta com três modos de condução: Economy, Sport e City. Com eles, as velocidades máximas atingidas pelo veículo são de 14 km/h, 20 km/h e 30 km/h, respectivamente. O veículo da Bugatti também conta com uma função de controle de cruzeiro disponível.

A Bugatti afirma que deve disponibilizar seu patinete elétrico em versões com mais de 35 km de autonomia, contando com um sistema de freio duplo com ABS eletrônico na roda traseira. Além disso, o modelo conta com piscas, base iluminada e um logotipo de projeção do monograma “EB” traseiro, que vem de “Ettore Bugatti”, fundador da marca.

As luzes laterais são projetadas para baixo da prancha do veículo, criando uma espécie de nuvem de luz abaixo do patinete. Já uma grande tela de LED exibe ao piloto a velocidade do veículo, a duração da bateria, o modo de pilotagem e o status da luz.

Bugatti desenvolve projeto acessível e de baixo custo

Comentando sobre o projeto, o diretor administrativo da montadora, Wiebke Stahl, observou que “a parceria com uma empresa como a Bytech dá à Bugatti a chance de ampliar o alcance no espaço de mobilidade elétrica, com um parceiro experiente e um produto que pode ser apreciado pelos consumidores do mundo inteiro.

É importante lembrar que a Bytech vende uma extensa gama de produtos, desde suportes de telefone a alto-falantes Bluetooth. A Bugatti e a Bytech estão comercializando a scooter elétrica por um valor de US$ 1.200, o que em conversão direta, equivale a R$ 6 mil.

Isso parece pouco para um produto com um emblema da Bugatti, mas para se considerar suas especificações ainda é muito caro. Para se ter uma ideia, o Pro-I Evo da Ducati custa cerca de US$ 480. Vale ressaltar que a Bugatti produz alguns dos melhores carros mais rápidos e mais caros do mundo, e já desenvolveu uma réplica elétrica do clássico Bugatti Type 35.

Curtiu? Apoie nosso trabalho seguindo nossas redes sociais e tenha acesso a conteúdos exclusivos. Não esqueça de comentar e compartilhar.
Facebook Facebook
Twitter Twitter
LinkedIn LinkedIn
YouTube YouTube
Instagram Instagram
Telegram Telegram
Google News Google News

Relacionados
Mais recentes