Início Parque eólico que recebeu investimentos de mais de 1,5 bilhão de reais entra em operação. O empreendimento vai fornecer energia à unidade da Braskem, na Bahia

Parque eólico que recebeu investimentos de mais de 1,5 bilhão de reais entra em operação. O empreendimento vai fornecer energia à unidade da Braskem, na Bahia

11 de maio de 2021 às 17:11
Compartilhe
Siga-nos no Google News
Parque eólico – Bahia – Braskem
Parque eólico/ Fonte: Jornal Correio

O parque eólico foi construído pela EDF Renewables, em Campo Formoso, na Bahia. O Complexo suprirá demanda da petroquímica Braskem

A EDF Renewables iniciou a operação de parque eólico que fica localizado em Campo Formoso, no estado da Bahia. O empreendimento, que irá suprir as demandas da petroquímica Braskem no estado, recebeu investimentos de R$ 1,5 bilhão e contará com 82 aerogeradores e 344 MW de capacidade instalada (o que equivale ao consumo de 850 mil residências brasileiras). No acordo feito, a Braskem se comprometeu a comprar energia do projeto da EDF Renewables por 20 anos em um contrato de compra de energia renovável.

O parque eólico da EDF Renewables, no estado da Bahia

A construção desse parque eólico no estado da Bahia é o terceiro empreendimento da EDF Renewables a entrar em operação no Brasil, envolvendo a implantação de um plano de contratação e capacitação de mão de obra local para que os moradores das áreas próximas ao empreendimento possam aproveitar essas oportunidades. O pico de contratação de serviços pela EDF Renewables atingiu mais de 800 pessoas, das quais 67% eram mão de obra local.

Ao longo do projeto de construção do parque eólico, também foram realizadas algumas ações socioambientais, como a produção de viveiros, o plantio de mais de 15 mil mudas e o plantio de 20 espécies típicas da caatinga, como Licurizeiro, Umbuzeiro, Braúna, Angico e Aroeira, que são típicas da vegetação da caatinga, que é 100% do bioma brasileiro.

Incluindo esse parque eólico, nomeado de Folha Larga Norte, a EDF Renewables possui, ao todo, no Brasil, uma capacidade de 527 MW. Na região Nordeste, a empresa também ampliou o parque eólico Ventos da Bahia (182 MW) a mais de 300 quilômetros da capital da Bahia, o parque eólico Serra do Seridó (242 MW), em Junco do Seridó, e ambos estão em construção no estado do Pará.

O contrato da Braskem para usufruir da energia do complexo eólico na Bahia

O parque eólico Folha Larga Norte possibilitou a realização da venda de energia, ao ser viabilizada nos leilões governamentais ACR A-4/2018 e ACR A-6 / 2018, no mercado livre pela celebração do compromisso com a petroquímica Braskem como consumidor âncora, além de outros agentes. Pelo acordo, a empresa comprometeu-se a realizar a compra da energia do parque eólico da EDF Renewables na Bahia, por 20 anos, em um contrato de compra de energia renovável.

Paulo Abranches, o CEO da EDF Renewables no Brasil, diz que a contratação de energia renovável no mercado livre permite que as companhias contribuam de forma decisiva na transição energética, além de promover importantes impactos para os negócios e melhorias sociais no entorno dos projetos. O contrato de compra e venda de energia produzida no parque eólico na Bahia, com a petroquímica Braskem, demonstra a competitividade da EDF Renewables e os posiciona como um importante player em energias renováveis no Brasil, conclui Abranches.

Gustavo Checcucci, Diretor de Energia da Braskem, disse que tal parceria com a EDF Renewables atende a importantes premissas da atuação sustentável da companhia, além da contribuição de modo mais efetivo para viabilização de novas fontes de energia renovável na matriz energética do país e da petroquímica Braskem, contribuindo para redução das emissões de carbono e fortalecendo o desenvolvimento socioeconômico do interior da Bahia, a partir da construção do parque eólico.

O diretor de Energia da Braskem ainda ressalta que a empresa tem o objetivo de estar entre as melhores indústrias químicas do mundo em intensidade e consumo energético, os fortalecendo como um importante usuário de energia provinda de fonte renovável. Foi assumido recentemente o compromisso de se tornarcarbono neutro até 2050 e a utilização de matrizes energéticas renováveis em sua operação é parte essencial desse processo.

Curtiu? Apoie nosso trabalho seguindo nossas redes sociais e tenha acesso a conteúdos exclusivos. Não esqueça de comentar e compartilhar.
Facebook Facebook
Twitter Twitter
LinkedIn LinkedIn
YouTube YouTube
Instagram Instagram
Telegram Telegram
Google News Google News

Relacionados
Mais recentes