Omega Energia fecha a compra de 50% de complexo eólico na Bahia, por R$ 422,9 milhões

Roberta Souza
por
-
31-07-2021 19:01:37
em Energia Renovável
Complexo eólico – Bahia – Energia Parque eólico/ Fonte: Capitalist

O acordo de compra do complexo eólico foi assinado com a EDF Renewables. O local tem capacidade instalada projetada de 181,5 megawatts

A Omega Geração e a EDF Renewables anunciam na última quarta-feira, 28 de agosto, a assinatura da aquisição de 50% do Complexo Eólico Ventos da Bahia 3 por R$ 422,9 milhões, dos quais R$ 196,6 milhões serão pagos em caixa e R$ 226,3 milhões representam endividamento líquido assumido pela compradora. Veja ainda: Petrobras assina contrato para venda de empresas de energia elétrica no Norte e no Nordeste

A compra do complexo eólico, no estado da Bahia

O Complexo Eólico Ventos da Bahia 3 está localizado em Mulungu do Morro (BA), com capacidade instalada projetada de 181,5 MW, possibilita o abastecimento de 387 mil residências ao longo de um ano e deve começar a operação comercial em janeiro de 2022. Ventos da Bahia 3 é uma expansão dos Complexos Eólicos Ventos da Bahia 1 e 2, nos quais Omega e EDF Renewables já são sócias desde o fim de 2020. EDF e Omega também dividem o controle do Complexo Solar Pirapora, em Minas Gerais.

A Omega acrescenta ainda que a aquisição também consolidará o interior da Bahia, onde já detém o Complexo Assuruá e as duas primeiras fases de Ventos da Bahia. Em 2022, a empresa prevê uma produção de energia de até 785 gigawatts-hora (GWh) e um lucro bruto de R$ 180 milhões, considerando a aquisição.

Grande capacidade na geração de energia

Em nota, o fundador da Omega Geração, Antonio Bastos Filho, disse que todos os países têm acesso à tecnologia de ponta para a produção de eletricidade através de complexo eólico e usinas solar, mas só o Nordeste tem o melhor vento do mundo de forma abundante.

Antonio diz que “Precisamos com urgência dedicar esforços para transformar a extraordinária oportunidade de ter a energia mais barata e limpa do mundo em prosperidade para milhões de brasileiros. Com mais essa aquisição do complexo eólico no estado da Bahia, continuamos a fazer nossa parte e reforçar o histórico compromisso da Omega com a região Nordeste e os Nordestinos”.

Confira ainda esta notícia: Construção de complexo eólico na Bahia prevê a contratação de 750 profissionais para execução das obras

A Statkraft Brasil iniciou a construção do complexo eólico Ventos de Santa Eugênia, em Uibaí, no estado da Bahia. Ao final do projeto, com inauguração prevista para 2023, a empresa vai mais que dobrar a capacidade instalada do país para 967 megawatts. Desde o início do projeto, já foram contratados mais de 200 profissionais. Estima-se que aproximadamente 750 pessoas serão empregadas nas obras, em todo o processo de construção. Existem atualmente 15 vagas abertas.

A estratégia de negócios da empresa no Brasil é triplicar sua capacidade de produção de energia renovável até 2025.  Com a construção do projeto, a Statkraft reforçou seu compromisso com a sustentabilidade e permitiu que as futuras gerações desfrutassem do crescimento e desenvolvimento da região.

Com isso, a empresa ampliará a oferta de energia renovável no Brasil, com o empreendimento do complexo eólico na Bahia, contribuindo para reduzir as emissões de dióxido de carbono do país e o ritmo do aquecimento global, pois o impacto da energia eólica no meio ambiente é menor do que a matriz tradicional.

Tags:
Roberta Souza
Engenheira de Petróleo, pós-graduanda em Comissionamento de Unidades Industriais, especialista em Corrosão Industrial. Entre em contato para sugestão de pauta, divulgação de vagas de emprego ou proposta de publicidade em nosso portal. Não recebemos currículos
fwefwefwefwefwe