Menu
Início Novo motor revolucionário da Koenigsegg pode mudar tudo! Propulsor Quark pesa apenas 28kg e esbanja potência surpreendente capaz de tornar os motores a combustão obsoletos!

Novo motor revolucionário da Koenigsegg pode mudar tudo! Propulsor Quark pesa apenas 28kg e esbanja potência surpreendente capaz de tornar os motores a combustão obsoletos!

23 de abril de 2024 às 01:40
Compartilhe
Compartilhar no WhatsApp
Compartilhar no Facebook
Compartilhar no LinkedIn
Compartilhar no Telegram
Compartilhar no Twitter
Compartilhar no E-mail
Siga-nos no Google News
Novo motor revolucionário da Koenigsegg pode mudar tudo! Propulsor Quark pesa apenas 28kg e esbanja potência surpreendente capaz de tornar os motores a combustão obsoletos!
Foto: Motor quark/reprodução

Motor da Koenigsegg promete revolucionar o mercado automotivo. O novo motor elétrico, chamado de propulsor Quark, pesa menos de 28 kg e entrega 340 cv de potência.

A Koenigsegg, montadora sueca de modelos de alta performance, também está comprometida com a transição energética. A fabricante, que apresentou um inovador inversor de seis fases, revelou dessa vez o seu novo motor elétrico e sua primeira transmissão dedicada a veículos de emissão zero. Estamos falando do revolucionário propulsor Quark que pesa menos de 30 kg!

Revelado o novo motor da Koenigsegg – Propulsor Quark

O novo motor elétrico, chamado de propulsor Quark, possui uma operação peculiar. Tendo que garantir níveis muito altos de potência e torque, como exigido por todos os carros fabricados pela marca, ele adota uma arquitetura que une as vantagens de um motor radial (potência) e as de um motor axial (mais torque).

Artigos recomendados

Precisamente por causa desta dupla estrutura, a tecnologia tem sido chamada de Fluxo Axial. O novo motor da Koenigsegg é particularmente leve e compacto e, como mencionado, une o layout de um motor de fluxo radial, que é muito mais difundido em carros elétricos atuais, com o de um motor de fluxo axial, mais inovador, como o produzido pela Yasa, empresa que agora pertence à Mercedes.

Koenigsegg/Divulgação

O primeiro tem um arranjo de ímãs agindo na borda do rotor, e o segundo possui ímãs agindo de um lado (ou ambos) do rotor. O engenheiro-chefe da Koenigsegg, Dragos-Mihai Postariu, para o design de motores elétricos, afirmou que o propulsor Quark foi desenvolvido para garantir uma forte alavancagem em baixas velocidades.

Com isso, como pode ser visto no Gemera (hipercarro com um esquema plug-in capaz de gerar 1.700 cv), há acelerações brutais mesmo se você montar motores térmicos cuja potência serve exclusivamente em altas velocidades. Devido à tecnologia Raxial Flux, é possível alcançar de 0 a 400 km/h com impulso contínuo e sem perda de energia.

hipercarro com um esquema plug-in capaz de gerar 1.700 cv

Novo motor elétrico pesa menos de 30 kg e entrega 340 cv de potência

Para desenvolver o novo motor elétrico, a Koenigsegg, optou-se por adotar aços de alta resistência da indústria aeroespacial. Segundo Andreas Szekely, responsável pelo desenvolvimento dos motores elétricos da empresa, foi necessário baixar ao máximo os pesos. Além disso, também adotou um resfriamento direto, que é mais eficiente e permite um layout mais compacto.

Koenigsegg/Divulgação

Para o rotor, por exemplo, os técnicos suecos optaram pela fibra de carbono Koenigsegg Aircore que a empresa já usa para volante, bancos e outros componentes e que há algum tempo também tem sido usada pela Unlpugged Performance para a realização de kits aerodinâmicos para Teslas.

Szekely afirma que o motor elétrico é mais leve e menor que o Gemera e acredita que não há outros motores nesta classe que sejam tão compactos.

Nenhum novo motor elétrico de 30 kg pode entregar 600 Nm de torque e 340 cv de potência como o propulsor Quark. Sem os elementos e acessórios necessários no Gemera, o Quark atinge 28,5 kg.

Outras vantagens do novo motor elétrico da Koenigsegg

Há outra vantagem relacionada a este motor em particular: ele pode ser usado em várias áreas sem que uma transmissão seja montada.

Segundo o CEO da Koenigsegg, Christian von Koenigsegg, há motores igualmente compactos com um alto número de revoluções que podem gerar potência de pico ainda maior, mas para empurrar um carro a determinadas velocidades eles devem ser combinados com uma caixa de câmbio, adicionando peso e perdendo eficiência. Em vez disso, com o propulsor Quark você pode ter transmissão direta, mesmo no campo marítimo ou aeronáutico. 

Para transmitir o movimento para as rodas, o motor sozinho não é suficiente, desta forma, a Koenigsegg, que também atua em parceria com a Rimac no desenvolvimento de sistemas de propulsão elétricos, desenvolveu um esquema completo que se chama Terrier e que consiste em 2 motores Quark e um inversor David.

Inscreva-se
Notificar de
guest
9 Comentários
Mais antigos
Mais recente Mais votado
Feedbacks
Visualizar todos comentários
Relacionados
Mais recentes
COMPARTILHAR
9
0
Adoraríamos sua opnião sobre esse assunto, comente!x