Navios sísmicos buscarão mais petróleo e dados: Os licenciamentos já estão em andamento

Há 12 campanhas em andamento para buscar novas fontes de petróleo, dados em 3D/4D e executar novas perfurações através de informações de Navios sísmicos que entrarão em operação em breve

Navios sísmicos em breve entrarão em plena atividade nos mares brasileiros em busca de mais petróleo e dados atualizados em nossas bacias sedimentares. Acontece que desde de 2017, há 12 pedidos de liberação das atividades no Ibama e que acabamos de saber que as mesmas serão sancionadas em breve, sendo que a maior requisitante destes serviços no momento é a Petrobras, junto com a CGG Veritas, Seaseep, Polarcus, Seabed Geosolutions e outras empresas especializadas nestes tipos de operações.

Entenda como funcionam os Navios Sísmicos

São embarcação que usam cabos e sensores com vários metros de extensão e que são arrastados no mar. Estes sistemas emitem “explosões de sons” em direção ao fundo do oceano, que deflete novamente em forma de imagens 3D, similar à um sonar. Há equipamentos mais avançados que agora podem emitir sinas de ultrasom, podendo ser visualizados em 4D, provendo informações de perfilagens mas completa e dados mais precisos. Vejam uma foto e um vídeo ilustrativo abaixo, depois continuem com a leitura:

Sismic Ship
Como funciona o sistema de aquisição de dados sísmicos offshore

                                   Vídeo interessante e explicativo

Importância da sísmica para o segmento

Como dito acime e você viram na foto e no vídeo, apenas através da sísmica é possível descobrir campos de petróleo viáveis economicamente no fundo dos oceanos. Se os dados forem satisfatórios, entra as campanhas de perfurações, e é justamente esta modalidade que movimenta o mercado offshore e emprega muitos profissionais, que na sua maioria são técnicos e engenheiros de forma direta, foram os empregos indiretos. Após os licenciamentos aprovados pelo Ibama ainda este ano, em 2019 as Bacias de Campos, Santos, Sergipe e Foz do Amazonas estarão bem movimentadas.

Isto explica porque repentinamente a Petrobras e a Transpetro começou abrir tão repentinamente concursos, um atrás do outro. A corrida contra o tempo para qualificar e especializar profissionais é curta, e a unidades afretadas precisarão de todo contingente operacional disponível. Os portos utilizados por essas embarcações serão: CIA DOCAS do Rio de Janeiro – CDRJ, o Terminal I do Complexo Portuário de Niterói, o Porto do Forno, em Arraial do Cabo, o Porto de Imbetiba, em Macaé ou o Porto do Açu, em São João da Barra.

Façam cursos técnicos a distância ou em 45 dias totalmente liberado pelo CREA e MEC, sem pegadinhas e sem enganação em uma das escolas mais especializadas do Rio de Janeiro. Se preparem para o futuro, porque ele começa agora com a sua atitude. SAIBAM COMO ACESSANDO O NOSSO CONTATO AQUI.

Trabalhe embarcado em 4 passos

Já imaginou um tipo de emprego ao qual você trabalha 6 meses e folga 6, além de um faturamento anual que ultrapassa fácil os 100 mil reais? Parece um sonho, mas é totalmente possível. O método 4 Passos Para Trabalhar Embarcado oferece todos os recursos que você precisa para trilhar o caminho rumo ao sucesso profissional, nas verdade nem precisa ter formação técnica ou superior, apenas vontade. Pessoas reais e comentários reais de profissionais que estão tendo sucesso com este material. Mas o método por si só não faz milagres, você têm que querer, desejar muito...  Não basta fazer cursos, estudar muito e torcer para que o mercado absorva você, o conhecimento é a chave, e esta chave você encontra no curso 4 Passos Para Trabalhar Embarcado clicando aqui.
The following two tabs change content below.
Paulo Nogueira
Formado em Eletrotécnica e entusiasta do setor de tecnologia, já atuei em empresas do ramo de energia, óleo e gás como técnico de operações, Pressure Downrole Gauge Operator e em plataformas de completação do Brasil e exterior