MENU
Menu
Início Moeda de R$ 1 real das Olimpíadas pode valer R$ 650

Moeda de R$ 1 real das Olimpíadas pode valer R$ 650

18 de fevereiro de 2024 às 15:29
Compartilhe
Compartilhar no WhatsApp
Compartilhar no Facebook
Compartilhar no LinkedIn
Compartilhar no Telegram
Compartilhar no Twitter
Compartilhar no E-mail
Siga-nos no Google News

Moeda de R$ 1 real feita em alusão aos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro pode valer 650 vezes o seu valor original.

Passados quase oito anos dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, o assunto ainda está em alta. No entanto, agora, o motivo não são os atletas e as competições ocorridas naquela época, mas sim as moedas.

Sim, moedas. Isso acontece porque um ano antes das Olimpíadas do Rio de Janeiro, o Banco Central (BC) colocou em circulação uma série de modelos comemorativos que fazem referência aos esportes praticados naquele ano.

Artigos recomendados

Uma dessas moedas, atualmente, chega a valer R$ 650. Estamos falando daquele modelo que foi criado para homenagear o rugby. Este esporte não é um dos mais tradicionais no Brasil, mas, mesmo assim, acabou sendo homenageado pelo Banco Central naquele ano.

Características da moeda do rugby

Dentre as características disponibilizadas pelo Banco Central na época do lançamento estão o ano, 2015, e também outras, como:

  • Tiragem: 2ª (segunda);
  • Modalidade: Rugby;
  • Tiragem Autorizada: 20 milhões;
  • Peso: 7g; Material:
  • Aço inoxidável (núcleo) e aço revestido de bronze (anel);
  • Diâmetro: 27mm;
  • Borda: serrilhada;
  • Método de cunhagem: Comum.

Quando dá para vender a moeda pelo valor máximo

Você tem a moeda do Rugby e agora está se perguntando o valor dela? Primeiro, é importante destacar que, tradicionalmente, isto é, em condições normais, ela vale apenas R$ 2 reais. No entanto, alguns modelos contêm erros de cunhagem.

Essas anomalias valorizam o modelo. De acordo com as informações, o primeiro erro em questão é chamado de “data marcada”. Nesta imperfeição, o ano 2015 está vazado do outro lado da peça. Com esse erro, a pessoa que hoje tem em mãos essa moeda pode lucrar até R$ 25.

Todavia, existe outro erro, este sim raro, que pode fazer com que a moeda chegue aos R$ 650 citados na matéria. Conforme as informações, essa anomalia, que faz com que colecionadores procurem a moeda, trata-se de um “reverso invertido”.

Hoje, o Banco Central, ao fazer as moedas, adota um sistema de padrão reverso moeda, isto é, o eixo horizontal (EH). No entanto, erros de cunhagem fazem com que alguns modelos saiam da produção fugindo deste padrão.

São essas as conhecidas como “reverso invertido”, uma característica muito rara. Sendo assim, em resumo, esses modelos com essa imperfeição contam com um alinhamento contrário ou invertido ao alinhamento original.

Para saber se uma moeda tem esse defeito, segure o modelo com a face em posição normal e virada para você. Depois, gire-a de baixo para cima. Caso ela esteja de cabeça para baixo, estamos falando do “reverso invertido”. Sendo assim, a moeda é rara. Todas as moedas com esse defeito, independente do valor ou edição, valem mais no mercado desses objetos.

Leia também: Confira SETE modelos MUITO raros e valiosos do Plano Real

Inscreva-se
Notificar de
guest
Seus comentários são moderados antes de serem aprovados ou não! Portanto, estão proibidos os seguintes termos: palavras de baixo calão, ofensas de qualquer natureza e proselitismo político. A infração destas regras ocasionará na impossibilidade de comentar e até mesmo exclusão de seu cadastro. Seus comentários, perfil e atividades são vistos por MILHÕES DE PESSOAS, então aproveite esta janela de oportunidades e faça seu cadastro aqui ou faça login com suas redes sociais.
0 Comentários
Feedbacks
Visualizar todos comentários
Relacionados
Mais recentes
COMPARTILHAR
0
Adoraríamos sua opnião sobre esse assunto, comente!x