MENU
Menu
Início Mineradora Ero Copper faz descoberta inédita de níquel em usina situada na Bahia

Mineradora Ero Copper faz descoberta inédita de níquel em usina situada na Bahia

5 de outubro de 2022 às 09:20
Compartilhe
Compartilhar no WhatsApp
Compartilhar no Facebook
Compartilhar no LinkedIn
Compartilhar no Telegram
Compartilhar no Twitter
Compartilhar no E-mail
Siga-nos no Google News
Mineradora Ero Copper faz descoberta inédita de níquel em usina situada na Bahia
Foto: Brasil Minerals

Sulfeto de níquel na Bahia: Ero Copper fornece mais detalhes sobre a descoberta.

A Mineradora Ero Copper fez uma descoberta de um sistema regional de sulfeto de níquel no Vale do Curaçá, que está localizado a aproximadamente 20 km das atuais instalações de processamento da Caraíba, na Bahia. A descoberta denominada de “Sistema Umburana”, feita pela mineradora, aconteceu por conta de um aprofundado mapeamento de campo, durante os programas de exploração da empresa em 2021 e 2022, agrupada com o levantamento eletromagnético aéreo da Mineradora Ero Copper.

Descoberta inédita de níquel pela Mineradora Ero Copper na Bahia  

O Sistema Umburana, como é chamado, se encontra em andamento e já identificou grandes lapsos de sulfetos de níquel irradiados e intersticiais no Vale do Curuçá, na Bahia, identificações essas que localizaram zonas de alto teor numeroso (chegando a ter 30% a 60% de sulfeto de níquel) e sulfetos maciços (aproximados de 60% a 80% de sulfetos de níquel), a camada de sulfeto chega a até 1,5 metro de espessura, sendo classificada com 6,59% de níquel (7,11% NiEq).

Artigos recomendados

“Este é um momento significativo e crucial para a Ero e, de forma mais ampla, para a região. Pensar que o cobre no Vale do Curaçá foi documentado pela primeira vez no final de 1700 e só agora estamos descobrindo a mineralização de sulfeto de níquel não muito longe de onde o cobre minerado há mais de 40 anos é realmente notável”, ressaltou David Strang, CEO da Ero Copper.

Ero Copper e a mineralização no Vale do Curaçá na Bahia  

O trabalho de mineração dentro dessas áreas é repleto de rochas ultramáficas piroxeníticas e peridotíticas. Basicamente, os minerais de sulfeto são pirrotita e pentlandita, com um teor menor de pirita e calcopirita.

A pentlandita texturizada é um importante indicador geológico, frequentemente observado em depósitos magmáticos de sulfeto de níquel.

A extensão total do Sistema Umburana ainda é desconhecida, e o trabalho de exploração do sulfeto continua em andamento. Amostras de compósitos selecionados dentro do sistema estão sendo coletadas para análise e mineralogia detalhada, assim como os testes de flotação em laboratório.

Na extensão nordeste do sistema, foram identificadas rochas ultramáficas contendo níquel usando tecnologia de mapeamento de superfície sustentado pela geoquímica do solo.  

Mineração na Bahia é um dos mercados que mais cresce  

A mineração na Bahia está em uma crescente constante, se destacando cada vez mais no cenário nacional. O estado da Bahia, até o começo do ano, registrou um crescimento de 8% em relação ao mesmo período do ano de 2021, segundo dados apontados pelo IBRAM.

De acordo com a CFEM, o estado ocupa a terceira posição na sua lista de maiores arrecadadores do país, se destacando positivamente principalmente na produção de ferro, níquel, cobre e ouro.

“Quando a China promove alguma mudança na condução de suas políticas, a indústria mineral brasileira fica à mercê. Precisamos refletir se esta dependência não está em níveis excessivos”, calculou Raul Jungmann, diretor-presidente do IBRAM.

O estado da Bahia, segundo dados da Agência Nacional de Mineração (ANM), foi um dos que mais investiram em pesquisa mineral nos anos de 2019 e 2020.

“O avanço da mineração baiana se deve principalmente pela diversidade geológica do estado. Em 2021, por exemplo, a Bahia liderou a produção de 19 tipos de substâncias. Isso reforça a importância da mineração para a economia do estado. A mineração entre 2017 e 2022 está presente em mais de 200 municípios do estado”, ressaltou Antonio Carlos Tramm, Presidente da CBPM.

Relacionados
Mais recentes
COMPARTILHAR