1. Início
  2. / Petróleo e Gás
  3. / Leilão resulta no maior preço para o petróleo da União em Bacia de Santos, empresa compradora é Galp Energia Brasil
Tempo de leitura 2 min de leitura

Leilão resulta no maior preço para o petróleo da União em Bacia de Santos, empresa compradora é Galp Energia Brasil

Escrito por Bruno Teles
Publicado em 18/01/2023 às 20:09
O leilão do primeiro óleo produzido no campo de Atap, na bacia de Santos, vai arrecadar 210 milhões de reais para o tesouro estadual, maior preço para o petróleo da União.
O leilão do primeiro óleo produzido no campo de Atap, na bacia de Santos, vai arrecadar 210 milhões de reais para o tesouro estadual, maior preço para o petróleo da União. (Foto/divulgação)

O leilão do primeiro óleo produzido no campo de Atap, na bacia de Santos, vai arrecadar 210 milhões de reais para o tesouro estadual, maior preço para o petróleo da União.

Esse valor corresponde à carga de 500 mil barris a serem entregues no segundo bimestre deste ano, conforme estipulado no contrato de partilha de produção do campo localizado no pré-sal. A Galp Energia Brasil venceu o leilão para extrair petróleo da região ao preço mais alto da liga.

Os recursos captados para a primeira carga produzida em Atapu no maior preço para o petróleo da União foram confirmados na última terça-feira (17) em leilão iniciado pelo Ministério de Minas e Energia por meio da Pré-Sal Petróleo SA (PPSA). Dez empresas foram convidadas a participar do evento. Quatro deles se qualificaram e puderam apresentar propostas.

Recurso para o maior preço para o petróleo da União

Em nota, o ministro de Minas e Energia, Alexandre Silveira, informou que discutirá alternativas com Lula, para melhor destinar os recursos produzidos pelo regime de partilha da produção do pré-sal.

“Esses recursos em grande escala são de importância estratégica para o Brasil. Precisamos compartilhar melhor essas riquezas para as gerações presentes e futuras, criando oportunidades e melhorando a qualidade de vida dos brasileiros e brasileiras”, disse o ministro. Sob o sistema de partilha de produtos, a segunda rodada de licitação de transferência de direitos do pré-sal resultou em um bônus de assinatura de 11,14 bilhões de reais.

Conheça a Atap, na bacia de Santos

Com a descoberta das reservas de petróleo do pré-sal na Bacia de Santos, petroleiras como a Petrobras intensificaram sua atuação na região. Isso significa instalar várias plataformas offshore na costa (longe da costa).  No entanto, para operá-los, essas empresas precisam de áreas em terra para carregar e descarregar peças, resíduos, água e óleo provenientes ou retirados desses terminais marítimos. Essas atividades acabam acontecendo no porto de Santos, ampliando assim seu portfólio de serviços, tornando-se um ponto de apoio para a plataforma.

O porto também possui outra instalação que atende a cadeia de petróleo e gás. Trata-se do cais da Saipem, localizado na entrada do canal do Parque Industrial Naval do Guarujá, que tem como atividade principal a montagem de dutos de plataforma. Mas a Petrobras pretende ter uma área fixa no porto – ocasionalmente alugando dois berços de terminais da região. Eles estabelecerão bases offshore localmente, reduzindo o ônus de tais operações em outros complexos marítimos. Esta futura unidade funcionará 24 horas por dia, 7 dias por semana.

Tags
Bruno Teles

Falo sobre tecnologia, inovação, petróleo e gás. Atualizo diariamente sobre oportunidades no mercado brasileiro. Sugestão de pauta? Manda no brunotelesredator@gmail.com

Compartilhar em aplicativos