Lava Jato: Technip devolve mais de R$ 265 milhões à Petrobras

Flavia Marinho
por
-
27-06-2020 13:36:52
em Petróleo, Óleo e Gás
Lava Jato: Technip devolve mais de R$ 265 milhões à Petrobras Lava Jato: Technip devolve mais de R$ 265 milhões à Petrobras

Lava Jato: Petrobras ultrapassa os R$ 4,5 bilhões em recursos recuperados por meio de acordos de leniência e delações premiadas

Technip devolve à Petrobras mais de R$ 265 milhões em cumprimento a um acordo de leniência firmado pela força-tarefa Lava Jato em conjunto com CGU e AGU em junho de 2019. Petrobras tem processo de venda da Liquigás declarado novamente como complexo pelo CADE

Leia também

O anúncio ocorreu na última sexta (26/06) pela Petrobras. O valor corresponde à segunda parcela do total previsto no acordo celebrado com o Grupo Technip em 2019. Petrobras recuperou R$ 1,2 bilhão nos últimos 12 meses.

Em julho de 2019, a Petrobras havia recebido a primeira parcela de referido acordo no montante de cerca de R$ 313 milhões, que somada à segunda parcela recebida nesta semana, totaliza mais de R$ 578 milhões restituídos à companhia em razão do referido acordo.

Até o momento, o total de recursos devolvidos para a estatal em decorrência de acordos de colaboração, leniência e repatriações ultrapassou o montante de R$ 4,5 bilhões.

O acordo foi assinado pela Controladoria-Geral da União (CGU), pela Advocacia-Geral da União (AGU), pelo Ministério Público Federal (MPF) e pelo Departamento de Justiça dos Estados Unidos, e envolveu também a empresa Flixibras, que pertence ao Grupo Technip.

Esses ressarcimentos decorrem da condição de vítima da Petrobras nos crimes investigados no âmbito da Operação Lava Jato. A companhia reafirma seu compromisso de adotar as medidas cabíveis, em busca do adequado ressarcimento dos prejuízos decorrentes que lhe foram causados.

“A Petrobras atua como coautora do Ministério Público Federal e da União em 18 ações de improbidade administrativa em andamento, além de ser assistente de acusação em 70 ações penais relacionadas a atos ilícitos investigados pela Operação Lava Jato” informou a companhia por meio de nota.

Tags:
Flavia Marinho
Engenheira de Produção pós graduada em Engenharia Elétrica e Automação. Experiente na indústria de construção naval onshore e offshore. Entre em contato para sugestão de pauta, divulgação de vagas de emprego ou proposta de publicidade em nosso portal.