Keppel anuncia saída na construção de plataformas offshore devido a crise do setor

Flavia Marinho
por
-
29-01-2021 10:16:09
em Petróleo, Óleo e Gás
plataformas - offshore - O&M keppel - construção

A Keppel iniciou uma revisão sobre o mercado offshore como parte de sua estratégia global e roteiro em meio a crise do setor no final de setembro de 2020

Keppel anunciou ontem (28/01) que, em meio à transição energética global e às grandes interrupções enfrentadas pela indústria do petróleo, a empresa realizará uma transformação ousada de negócios offshore e marítimos de sua subsidiária integral, Keppel Offshore & Marine, para melhor alinhá-la à Visão 2030 da companhia.

ANÚNCIO

Leia também

Segundo o comunicado, a Keppel Offshore & Marine aproveitará as oportunidades como desenvolvedora e integradora de ativos de energia e infraestrutura offshore e sairá do negócio de construção de plataformas offshore.

A empresa será reestruturada em três partes, separando a construção e a propriedade de ativos da plataforma de perfuração de suas operações principais.

A revisão tem o objetivo de torna a Keppel Offshore & Marine mais competitiva para apoiar a transição energética, mesmo que a empresa continue a explorar opções inorgânicas para seu negócio offshore e marítimo.

S aída na construção de plataformas e o compromisso da Keppel com a sustentabilidade

Refletindo o compromisso da Keppel com a sustentabilidade e o combate às mudanças climáticas, a Keppel O&M sairá do negócio de construção de plataformas offshore, depois de concluir as plataformas existentes em construção.

Loh Chin Hua, CEO da Keppel Corporation e presidente da Keppel O&M disse: “A participação de renováveis e novas soluções energéticas no mix global de energia vem crescendo rapidamente, impulsionada por preocupações ambientais, bem como avanços tecnológicos e o custo em declínio das renováveis. O gás natural, como combustível transitório, também é projetado para ultrapassar o petróleo como a maior fonte de energia do mundo nos anos seguintes. Para aproveitar as oportunidades neste ambiente em rápida mudança, estamos fazendo movimentos ousados e decisivos para transformar a Keppel O&M para garantir que ela permaneça relevante e competitiva, e totalmente alinhada à Visão 2030 da Keppel.

“Também estamos explorando opções inorgânicas para o negócio de O&M, mas não há garantia de que qualquer transação se materializará. Enquanto isso, acreditamos que nossa reestruturação orgânica da Keppel O&M não só aumentará sua competitividade, mas também sua atratividade, se formos realizar qualquer ação inorgânica.”

Como parte da transformação, os negócios da Keppel Offshore & Marine serão reestruturados em três partes:

As plataformas completas da Keppel O&M serão colocadas sob a Rig Co, que colocará as plataformas concluídas para funcionar, ou as venderá se houver oportunidades adequadas. Uma equipe dedicada será nomeada para apoiar suas atividades de afretamento e marketing. Este será apenas um acordo de transição. À medida que o mercado de petróleo se recupera, a utilização e as taxas diárias melhoram, e as plataformas geram fluxo de caixa constante, a Rig Co venderá as plataformas ou colaborará com a Keppel Capital para buscar financiamento de investidores externos.

As plataformas não concluídas ficarão sob o Dev Co, que se concentrará em concluir as plataformas, enquanto gerencia prudentemente o fluxo de caixa. A prioridade será dada à conclusão de plataformas que tenham contratos firmes com os clientes. A Dev Co será encerrada, uma vez que as plataformas tenham sido concluídas e entregues aos clientes, ou transferidas para a Rig Co, onde serão colocadas para trabalhar ou vendidas. A Dev Co exigiria algum financiamento inicial da Keppel, após o qual se espera que ele opere de forma independente.

Espera-se que a Rig Co e a Dev Co exijam coletivamente cerca de US$ 500 milhões em financiamento líquido, principalmente para que estes concluíssem as plataformas. Isso será fornecido progressivamente pela Keppel Corporation e reembolsado ao longo do tempo.

A Op Co, composta pelo resto da Keppel O&M, irá progressivamente transitar para um papel de desenvolvedor e integrador, com foco em design, engenharia e compras. A Op Co sairá do negócio de construção de plataformas offshore, e progressivamente sairá de reparos de baixo valor agregado e outras atividades com baixa contribuição para o resultado final. Buscará oportunidades em projetos flutuantes de infraestrutura e infraestrutura que possam fornecer fluxos previsíveis de fluxo de caixa, incluindo projetos de renováveis, como parques eólicos offshore e fazendas solares, soluções de gás, ativos de produção e novas soluções energéticas, como hidrogênio e energia das marés.

Ele vai colaborar com outras unidades de negócios da Keppel e aproveitar as sinergias do Grupo para fornecer soluções diversas para a urbanização sustentável, como infraestrutura offshore e nearshore e parques de data center flutuantes, e também explorar como a tecnologia de plataforma offshore da Keppel O&M pode ser reaproveitada para outros usos.

Loh Chin Hua acrescentou: “Um objetivo fundamental da reestruturação é criar um Keppel O&M mais competitivo, leve em ativos e pessoas, focado em aproveitar oportunidades com maior captura de valor como desenvolvedor e integrador de ativos de energia e infraestrutura offshore. Ao mesmo tempo, a Rig Co e a Dev Co irão cercar os ativos de plataforma não-core da Keppel O&M, conter qualquer saída de capital além do financiamento inicial e trabalhar para resolver esse problema legado. Com essas mudanças, pretendemos criar um líder ágil do setor que esteja bem posicionado para a transição energética global e possa ser um forte contribuinte para o ROE alvo da Keppel de 15% à medida que avançamos para a Visão 2030.”

Restruturação imediata

A reestruturação começará com efeito imediato e deverá ser executada nos próximos dois ou três anos. Refletindo seu novo foco, a Keppel O&M realizará um exercício de rebranding e refinará sua visão e propósito.

Espera-se que a reestruturação aumente significativamente a competitividade e a relevância da Keppel O&M no longo prazo, mas não se espera que tenha qualquer impacto material sobre os ativos tangíveis líquidos por ação ou lucro por ação da Companhia para o exercício atual.


⇒ Participe dos nossos grupos do Telegram e fique atento a todas as notícias do mercado de energia, empregos, projetos e outros assuntos microeconômicos do Brasil. Nossas informações sempre são direto das fontes e atualizadas. Acesse o Nosso Telegram aqui.

Tags:
Flavia Marinho
Engenheira de Produção pós graduada em Engenharia Elétrica e Automação. Experiente na indústria de construção naval onshore e offshore. Entre em contato para sugestão de pauta, divulgação de vagas de emprego ou proposta de publicidade em nosso portal.