1. Início
  2. / Petróleo e Gás
  3. / Heliporto do Porto do Açu tem obras e operações suspensas pela Comarca de São João da Barra
Localização RJ Tempo de leitura 3 min de leitura

Heliporto do Porto do Açu tem obras e operações suspensas pela Comarca de São João da Barra

Escrito por Flavia Marinho
Publicado em 28/01/2021 às 16:38
Porto do Açu - São joão da barra - heliporto

O heliporto do Porto do Açu tem o objetivo de atender o offshore das plataformas instaladas no Norte da Bacia de Campos e no Sul da Bacia do Espírito Santo.

As obras e operação do Heliporto do Porto do Açu foram suspensas pela Comarca de São João da Barra por falta de licenciamento ambiental. A decisão, foi assinada pelo juiz em exercício Glicerio de Angiolis Gaudard, em 18 de janeiro, atendendo a um pedido do Grupo de Defesa Ambiental (GDA), numa ação movida contra o Instituto Estadual do Ambiente (INEA) e a Aeropar Participações Aeroportuárias S.A., responsável pelo empreendimento.

Leia também

Destino do heliporto – ser público ou privado?

Quando o INEA concedeu a licença para a obra, o mesmo levou em consideração que o empreendimento é privado, o que o liberaria da apresentação de dois documentos: o Estudo de Impacto Ambiental (EIA) e o Relatório de Impacto Ambiental (RIMA).

Porém, no entendimento do magistrado, o heliporto será dedicado a voos offshore, “o que muito provavelmente mostrar-se-á incompatível com um aeródromo privado”. Neste caso, seria obrigatória a elaboração do EIA/RIMA. Partindo deste raciocínio, o juiz Glicerio Gaudard determinou a suspensão das obras e proibiu que o heliporto entre em operação até que se comprove sua real destinação.

O Porto do Açu e, por meio de nota, disse que “cumpre integralmente todas as normas e legislações vigentes nas atividades do empreendimento. O Aeródromo Norte Fluminense é de responsabilidade do Grupo Aeropart, que iniciou suas obras somente após licença ambiental emitida pelo INEA”.

[quads id=2]

Heliporto do Porto do Açu, em São João da Barra

Com as obras em fase de tratamento final e previsto para operar até o final do primeiro semestre de 2021, o Heliporto do Porto do Açu, em São João da Barra, possui uma área total de 210 mil m², com capacidade para pouso e decolagem de 20 aeronaves de grande porte com embarque e desembarque de 30 mil pessoas/mês.

O heliporto do Açu também foi projetado para ser uma das bases de embarque e desembarque de trabalhadores para as plataformas de produção de petróleo em alto-mar na Bacia de Campos.

Composto do que existe de mais avançado em infraestrutura, o Heliporto do Açu é um dos mais modernos do Brasil. Uma das vantagens do Açu é estar mais próximo da região petrolífera.

O empreendimento ainda tem o objetivo de atender ao apoio offshore das plataformas instaladas no Norte da Bacia de Campos e no Sul da Bacia do Espírito Santo.

Flavia Marinho

Flavia Marinho é Engenheira de Produção pós-graduada em Engenharia Elétrica e Automação, com vasta experiência na indústria de construção naval onshore e offshore. Nos últimos anos, tem se dedicado a escrever artigos para sites de notícias nas áreas da indústria, petróleo e gás, energia, construção naval, geopolítica, empregos e cursos, com mais de 7 mil artigos publicados. Sua expertise técnica e habilidade de comunicação a tornam uma referência respeitada em seu campo. Entre em contato para sugestão de pauta, divulgação de vagas de emprego ou proposta de publicidade em nosso portal.

Compartilhar em aplicativos