MENU
Menu
Início Gigante alemã de software SAP demitirá cerca de 2.800 empregados após resultados decepcionantes

Gigante alemã de software SAP demitirá cerca de 2.800 empregados após resultados decepcionantes

27 de janeiro de 2023 às 11:09
Compartilhe
Compartilhar no WhatsApp
Compartilhar no Facebook
Compartilhar no LinkedIn
Compartilhar no Telegram
Compartilhar no Twitter
Compartilhar no E-mail
Siga-nos no Google News
SAP, software, demissão
Foto: Reprodução img.r7

SAP procura fortalecer seu negócio com um programa de reestruturação

A SAP, empresa de software alemã, anunciou que vai iniciar um programa de reestruturação após se decepcionar com o balanço do último trimestre do ano passado. O programa conta com a demissão de um enorme número de funcionários, totalizando aproximadamente 2.800 trabalhadores. Assim, neste momento, a empresa procura fortalecer seu negócio de nuvem.

A gigante de software espera que o programa gere economias anuais de até 350 milhões de euros a partir de 2024

A SAP, que tem sede em Walldorf, anunciou nesta quinta-feira (26) que irá contabilizar a maior parte dos 250 milhões de euros a 300 milhões de euros em custos de reestruturação no trimestre atual. A empresa de software espera que o programa gere economias anuais de 300 milhões de euros a 350 milhões de euros a partir de 2024.

Artigos recomendados

É possível que a iniciativa da SAP tenha sido influenciada por grandes empresas de tecnologia dos Estados Unidos, como Microsoft, Meta Platforms (Facebook) e Alphabet (Google), que anunciaram planos de cortar milhares de funcionários. No final do ano passado, a companhia empregava cerca de 112 mil pessoas, o que significa que a demissão causada pela sua reestruturação afetará em torno de 2,5% de seu quadro de funcionários.

Crescimento desacelerado da SAP que levou ao planejamento da grande demissão

O programa de reestruturação da SAP ocorre após a receita da empresa alemã ter um crescimento menor do que o esperado no quarto trimestre de 2022. De acordo com informações da Dow Jones Newswires, a empresa movimentou 8,44 bilhões de euros, ante 7,98 bilhões de euros no mesmo período do ano anterior. Nessa comparação, apenas a receita da unidade de nuvem avançou de 2,61 bilhões de euros para 3,39 bilhões de euros. Analistas consultados pela FactSet tinham previsto receita total de 8,51 bilhões de euros e receita com nuvem de 3,44 bilhões de euros.

 

Relacionados
Mais recentes
COMPARTILHAR