Início Fila nunca mais! Arteris inova e vai cobrar o pedágio por aproximação nas rodovias durante as viagens, facilitando a passagem. Pagamento poderá ser feito usando o cartão de crédito, débito ou outras tecnologias

Fila nunca mais! Arteris inova e vai cobrar o pedágio por aproximação nas rodovias durante as viagens, facilitando a passagem. Pagamento poderá ser feito usando o cartão de crédito, débito ou outras tecnologias

30 de junho de 2022 às 20:13
Compartilhe
Siga-nos no Google News
Pagamento Arteris Cartão de Crédito Pedágio rodovias viagens
Grande administradora das rodovias no Brasil traz a tecnologia para o pedágio com cobrança em cartão de crédito ou débito | Foto: Arteris

Vias federais de São Paulo, Rio de Janeiro, Paraná, Minas Gerais e Santa Catarina já vão contar com essa nova tecnologia nos pedágios da Arteris

Suas viagens pelas rodovias administradas pela Arteris vão ser mais rápidas com a inovação que a empresa trouxe: o pagamento por aproximação no pedágio. Essa nova tecnologia permite o pagamento com cartão de crédito e débito e já está sendo implementada em algumas rodovias administradas pela empresa nos estados de São Paulo, Minas Gerais, Rio de Janeiro, Santa Catarina e Paraná. A meta é que esse sistema de pagamento esteja disponível em todas as rodovias atendidas.

O pagamento por aproximação é uma tecnologia implementada em 2021 e que agora está mais forte do que nunca. Sendo assim, a Arteris viu nesse método uma forma de otimizar o pagamento do pedágio e tornar a vida de quem transita pelas rodovias ainda mais fácil e prática. Confira mais sobre como vai funcionar essa nova forma de pagamento na matéria de hoje.

Artigos recomendados

Entenda um pouco mais sobre como funciona o pagamento por aproximação que será usado nos pedágios da Arteris

Aproximação torna o pagamento mais rápido e prático | Reprodução – YouTube: Visa do Brasil

Arteris amplia sua expertise em administração de rodovias com maior conforto no pedágio

A grande administradora de rodovias Arteris começou os testes de pagamento por aproximação usando cartão de crédito e débito, reduzindo o tempo de permanência dos passageiros nas filas. A adoção desse novo método faz com que a empresa seja uma das pioneiras do ramo a implementar tal tecnologia, e o objetivo é que ela esteja presente em todas as vias administradas pela companhia nos próximos anos.

Os testes estão sendo realizados em 500 cabines das concessionárias federais Fernão Dias (São Paulo e Minas Gerais), Régis Bittencourt (São Paulo e Paraná), Fluminense (Rio de Janeiro), Planalto Sul e Litoral Sul (Paraná e Santa Catarina). Além do cartão de crédito e débito, as pessoas poderão pagar com relógios inteligentes com tecnologia NFC e smartphones, tudo pensado em facilitar o processo.

“Estudamos constantemente soluções que tragam conforto para os usuários, sempre aliando a tecnologia à nossa experiência na gestão de rodovias. Segundo nossos estudos, o pagamento por aproximação foi a melhor alternativa encontrada para oferecer uma modalidade adicional aos motoristas, sem prejudicar a fluidez do tráfego e a segurança na praça de pedágio”.

Andre Bianchi, Diretor de Operações da Arteris (2022)

A tecnologia NFC e o pagamento pelo novo método da Arteris

A tecnologia NFC é a sigla para o termo em inglês Near Field Communication, que significa comunicação por proximidade de campo. Muitos tipos de cartão de crédito, débito e dispositivos eletrônicos contam com essa tecnologia e viabilizam transações. Dessa forma, se o seu celular ou relógio inteligente possuem o NFC, eles poderão ser usados para pagamento nos pedágios da Arteris.

A Arteris é uma das maiores empresas de administração de rodovias no Brasil, responsável por 3.200 quilômetros de vias nos estados do Sudeste (São Paulo, Minas Gerais e Rio de Janeiro) e Sul (Santa Catarina e Paraná). Ela faz a administração de 5 concessões federais principais e de grande extensão: Fernão Dias, Régis Bittencourt, Litoral Sul, Planalto Sul e Fluminense. Além disso, é subsidiária das concessionárias paulistas Intervias e ViaPaulista.

Sob comando de empresas internacionais da Espanha e do Canadá (Albertis e Brookfield), a companhia já teve uma injeção de mais de R$ 20 bilhões em obras que contribuíram para o avanço do Brasil. Dessa forma, conseguiu o marco de redução de 51% das fatalidades em rodovias entre 2010 e 2020, atingindo as metas estabelecidas pela Organização das Nações Unidas (ONU) para um trânsito mais seguro.

Curtiu? Apoie nosso trabalho seguindo nossas redes sociais e tenha acesso a conteúdos exclusivos. Não esqueça de comentar e compartilhar.
Facebook Facebook
Twitter Twitter
LinkedIn LinkedIn
YouTube YouTube
Instagram Instagram
Telegram Telegram
Google News Google News

Relacionados
Mais recentes