MENU
Menu
Início Jorrando dinheiro: Exploração de petróleo na Guiana pela gigante ExxonMobil coloca o país cada vez mais em ascensão global

Jorrando dinheiro: Exploração de petróleo na Guiana pela gigante ExxonMobil coloca o país cada vez mais em ascensão global

16 de setembro de 2023 às 12:28
Compartilhe
Compartilhar no WhatsApp
Compartilhar no Facebook
Compartilhar no LinkedIn
Compartilhar no Telegram
Compartilhar no Twitter
Compartilhar no E-mail
Siga-nos no Google News
petroleira, perfuração, espírito santo
Foto: reprodução Money Times

A Guiana, um país que poucos notavam no mapa global até recentemente, agora está no centro das atenções devido ao boom do petróleo e a exploração pela ExxonMobil

Nos últimos anos, a Guiana experimentou um crescimento econômico fenomenal. De acordo com o FMI, em 2022, o país liderou o mundo em crescimento, com uma taxa de 62%. Para 2023, a previsão é de um aumento de 37%. Tudo isso se deve à descoberta de reservas de petróleo, com estimativas em cerca de 11 bilhões de barris, de acordo com o site Folha.

A renda per capita também viu um aumento substancial, saltando de US$ 11 mil para US$ 60 mil. A exploração de petróleo apresenta uma oportunidade única para diversificar a economia da Guiana e melhorar a qualidade de vida de seus cidadãos.

Artigos recomendados

Investimento em desenvolvimento e infraestrutura

O governo da Guiana tem planos ambiciosos para o uso dessa riqueza de exploração  recém-descoberta. Eles planejam investir na modernização do país, melhorar a infraestrutura e expandir setores tradicionais. A saúde, a educação e outros serviços sociais também estão na lista de prioridades.

No entanto, essa visão não é compartilhada por todos na Guiana. Críticos apontam que a pobreza ainda é uma realidade para muitos, e o país ocupa uma posição baixa no ranking de corrupção da Transparência Internacional.

Desafios ambientais e geopolíticos com a exploração de petróleo

Além dos desafios internos, a Guiana enfrenta preocupações ambientais significativas com a exploração do petróleo. Cerca de 90% de seu território é coberto pela floresta amazônica, e qualquer dano ambiental pode ter consequências globais.

O país também enfrenta disputas territoriais com a Venezuela, que reivindica parte de seu território, incluindo áreas ricas em petróleo. A Guiana deve navegar com cuidado em sua ascensão como um novo ator no mercado global de petróleo.

O futuro da Guiana com o petróleo

O presidente da Guiana, Irfan Ali, está ciente dos desafios à frente. Ele busca atrair trabalhadores estrangeiros e capacitar a força de trabalho local para sustentar as indústrias de petróleo, infraestrutura e serviços.

A Guiana está correndo contra o tempo, pois há um compromisso global de zerar as emissões de carbono até 2050. No entanto, o país argumenta que, devido à sua floresta, atualmente tem emissões de carbono negativas e pode desempenhar um papel importante no mercado de créditos de carbono.

Enquanto alguns defendem a exploração responsável do petróleo, outros alertam para os riscos ambientais e a necessidade de repensar o modelo de distribuição de riqueza.

O futuro da Guiana com a exploração de petróleo é um enigma complexo que envolve equilibrar o crescimento econômico com a preservação ambiental e o bem-estar da população. A história da Guiana como um novo gigante do petróleo está apenas começando, e seu destino será moldado pelas escolhas que faz no presente.

Relacionados
Mais recentes
COMPARTILHAR