Menu
Início Energia solar: o que é preciso para se livrar da concessionária e não pagar mais energia; guia completo com cálculo, painel fotovoltaico, inversor, instalação e mais (com preço)

Energia solar: o que é preciso para se livrar da concessionária e não pagar mais energia; guia completo com cálculo, painel fotovoltaico, inversor, instalação e mais (com preço)

15 de abril de 2024 às 13:07
Compartilhe
Compartilhar no WhatsApp
Compartilhar no Facebook
Compartilhar no LinkedIn
Compartilhar no Telegram
Compartilhar no Twitter
Compartilhar no E-mail
Siga-nos no Google News
Energia solar: o que é preciso para se livrar da concessionária e não pagar mais energia; guia completo com cálculo, painel fotovoltaico, inversor, instalação e mais (com preço)
Foto: Divulgação/MJ

Descubra como calcular seu consumo mensal de energia, quantos painéis fotovoltaicos são necessários, e todas as etapas para a instalação de um sistema de energia solar, seja on grid ou off grid, incluindo os custos envolvidos e o tempo estimado para a substituição completa da energia elétrica tradicional pela solar.

Você está cansado de contas de luz altas todo mês? A energia solar pode ser a solução que você procura para economizar e ainda ajudar o meio ambiente. Com a colaboração de Bruno Lowczy, um especialista com 10 anos de experiência no setor de energias renováveis, explicaremos como você pode calcular seu consumo de energia, escolher o número de painéis fotovoltaicos e entender tudo sobre a instalação.

Investir em um sistema fotovoltaico não só reduz seus gastos como também aumenta sua autonomia em relação às concessionárias de energia. Vamos detalhar o que você precisa saber para montar seu próprio sistema de energia solar, incluindo custos, tipos de equipamentos e processos de instalação. Siga conosco para descobrir como se livrar das contas de luz de uma vez por todas!

Artigos recomendados

Como saber quanto é consumido de energia por mês? 

Para o sistema on grid, é calculado quanto de energia você usa em um mês fazendo uma média baseada em quanto você usou durante o ano todo. É como pegar todas as contas de luz do ano, somar e depois dividir pelo número de meses, para ter uma ideia de quanto você gasta em média por mês.

Para o sistema off grid, que não usa a rede elétrica comum, o cálculo é feito todos os dias. É feito uma lista dos aparelhos que vão usar energia solar, vê quanto cada um consome e quantas horas eles ficam ligados por dia. Multiplicando esses números, conseguimos saber quanto de energia o sistema precisa gerar para manter tudo funcionando.

Os sistemas de energia solar on grid estão conectados à rede elétrica, permitindo a troca de energia e a redução de custos via compensação, mas não funcionam durante apagões. Por outro lado, os sistemas off grid são independentes da rede elétrica, necessitam de baterias para armazenamento de energia, garantindo fornecimento contínuo mesmo sem energia da rede, ideal para locais remotos ou para quem busca total independência energética. Embora os sistemas off grid ofereçam mais autonomia, eles também demandam um maior investimento inicial devido à necessidade de componentes adicionais para armazenamento e regulação de energia.

Quantos painéis fotovoltaicos precisa para usar energia solar?

Para saber quantos painéis fotovoltaicos você precisa, é importante considerar quanto de energia você usa todos os dias. Esse número varia dependendo de quantos aparelhos elétricos você tem em casa, onde sua casa está localizada, e como e onde os painéis serão instalados. Por isso, é sempre uma boa ideia pedir para um profissional qualificado, que seja registrado no CREA ou CRT, fazer esse cálculo para garantir que tudo seja feito corretamente. Existem dois tipos principais de painéis fotovoltaicos disponíveis no mercado:

Policristalinos: são um pouco menos eficientes, o que significa que eles convertem uma menor porcentagem da luz solar em energia elétrica, mas são mais baratos. Eles podem ser uma boa escolha se você tem bastante espaço para instalar vários painéis. Esses com potência de 10W custam em média 79 reais, e os mais potentes que tem 595W custam em média 1.299 reais.

Monocristalinos: estes são mais eficientes, ou seja, conseguem converter mais luz solar em energia elétrica usando menos espaço, mas custam mais. Se você tem espaço limitado ou quer maximizar a produção de energia, eles podem ser a melhor opção.Essas placas solares com 10W custam em média 89 reais e as de 595W custam em média 2.000 reais.

O preço de cada painel varia de acordo com seu tipo e eficiência, então o custo final vai depender de quantos painéis você precisa e de qual tipo você escolhe, com base no cálculo do consumo de energia da sua casa.

E os inversores para energia solar?

Inversor solar é um equipamento muito importante em um sistema fotovoltaico porque eles transformam a energia do sol, que é coletada pelos painéis em forma de corrente contínua (CC), em corrente alternada (AC), que é o tipo de energia que usamos em casa para alimentar nossos aparelhos. Dependendo das suas necessidades, você pode instalar um inversor central que cuida de tudo, ou pode ter mais de um inversor, alguns até com funções especiais para melhorar a eficiência do sistema. Preço médio do inversor em 1.600 reais.

Além dos inversores, um sistema fotovoltaico completo também precisa de outros componentes importantes como dispositivos de proteção, que garantem a segurança do sistema; estruturas para segurar os painéis no telhado; cabos para conectar tudo; controladores de carga, que ajudam a gerenciar a energia que os painéis coletam; e baterias, que armazenam energia para quando o sol não está brilhando. O controlador de carga é como o cérebro do sistema, especialmente em sistemas off grid (que não estão conectados à rede elétrica). Ele controla para onde a energia vai e garante que tudo funcione bem e de forma segura. 

  • Estrutura de montagem: R$ 600 – R$ 1.200
  • Cabos e conectores: R$ 150 – R$ 300
  • Bateria solar: a partir de 1500 reais
  • Controlador de carga: R$ 200 – R$ 500

Depois de todo o conjunto comprado, qual o próximo passo?

Depois de comprar todos os componentes necessários para o sistema de energia solar, o próximo passo é a instalação. Bruno explica como isso funciona de forma bem simples:

Primeiro, você conecta os painéis solares ao controlador de carga. Os painéis captam a energia solar e transformam em eletricidade, que é enviada para o controlador. Em seguida, você conecta os aparelhos que funcionam com corrente contínua (CC) diretamente ao controlador de carga. Esses aparelhos vão usar a energia que vem diretamente dos painéis solares ou das baterias.

Depois, os aparelhos que precisam de corrente alternada (AC), que é o tipo mais comum de energia usada em casas, são conectados ao inversor de frequência. O inversor transforma a energia de corrente contínua em corrente alternada.

O inversor também é conectado de volta ao controlador de carga para garantir que a energia seja distribuída corretamente. Por último, o banco de baterias é conectado ao controlador de carga. As baterias armazenam energia para ser usada quando não há sol suficiente, como à noite ou em dias nublados.

Qual a média de preço de instalação? Pode instalar sozinho?

O custo para instalar um sistema de energia solar pode variar bastante. Depende de quantos painéis você vai usar, o tamanho do sistema e quantas funções adicionais ele tem. Para uma casa com quatro pessoas, geralmente, você pode esperar pagar entre R$ 3.000 e R$ 20.000 pela instalação completa.

Quanto à questão de instalar sozinho, tecnicamente, é possível instalar um sistema fotovoltaico off grid por conta própria, porque ele não precisa se conectar à rede elétrica pública. Isso significa que a responsabilidade pela instalação é totalmente sua. No entanto, não é fácil. Instalar painéis solares envolve trabalhos pesados e técnicos, especialmente quando você precisa fixá-los no telhado.

Embora você possa tentar fazer isso sozinho, é recomendado contratar um profissional qualificado, como o Bruno, que trabalha no ramo por 10 anos (Linkedin). Um especialista pode garantir que o sistema seja instalado corretamente, o que pode economizar dinheiro a longo prazo ao evitar desperdícios de material e maximizar a eficiência do sistema. Além disso, muitos componentes do sistema vêm com garantias que só são válidas se a instalação for feita por um profissional licenciado. Essas garantias podem cobrir desde defeitos de fabricação até a durabilidade e o desempenho a longo prazo dos equipamentos.

Quanto tempo leva para toda a substituição da energia elétrica tradicional até viver só com energia solar?

O tempo necessário para instalar um sistema de energia solar em sua casa e começar a usar apenas energia solar varia bastante. Esse tempo depende de muitos fatores, como o tamanho e complexidade do sistema, quantas pessoas estão trabalhando na instalação e se todos os materiais necessários estão disponíveis. Em média, a instalação completa de um sistema residencial pode levar de 2 dias a 4 semanas. Normalmente, um técnico responsável e três instaladores trabalham juntos para montar tudo.

Quanto à manutenção do sistema, ela geralmente envolve tarefas simples como limpar os painéis solares e apertar algumas conexões elétricas, como bornes e conectores, para garantir que tudo funcione bem. Há também manutenções mais complexas, que são menos frequentes e incluem ajustes nos controladores de carga, inversores, e sistemas de monitoramento ou automação. Essas manutenções mais detalhadas raramente são necessárias, especialmente se o sistema foi bem instalado e usa equipamentos de boa qualidade.

Inscreva-se
Notificar de
guest
6 Comentários
Mais antigos
Mais recente Mais votado
Feedbacks
Visualizar todos comentários
Relacionados
Mais recentes
COMPARTILHAR
6
0
Adoraríamos sua opnião sobre esse assunto, comente!x