Energia eólica offshore – Crescimento do setor, impactos e demanda por embarcações especializadas

Roberta Souza
por
-
11-02-2021 16:28:34
em Energia Renovável
Energia eólica, offshore, energia

Cresce a cada ano o setor de energia eólica offshore. Para os próximos cinco anos é previsto mais de 150 novos projetos eólicos

A energia eólica offshore é uma das fontes de energia renovável de crescimento mais rápido nos últimos anos. É uma energia limpa gerada a partir do vento, que captura a energia cinética por meio das pás das turbinas eólicas e a converte em energia mecânica e energia elétrica. Porém, conforme os projetos e suas turbinas se desenvolvem, a demanda por embarcações especializadas de instalação aumentará.

ANÚNCIO

Veja também:

Segundo a Rystad Energy, empresa independente de pesquisa de energia e inteligência de negócios, “O mercado de navios capazes de instalar grandes componentes eólicos offshore está sendo rapidamente superado pela crescente demanda considerando o desenvolvimento mundial. A frota global será insuficiente para atender à demanda após 2025, abrindo espaço para encomenda de navios mais especializados e conversões de navios de carga pesada do setor de petróleo e gás”.

Vantagens e desvantagens

As peças das turbinas onshore costumam ser transportadas por navios e barcas, o que reduz algumas dificuldades logísticas. Como não há túneis ou ruas para limitar o tamanho dos componentes que podem ser passados, as turbinas offshore tendem a ser maiores e podem capturar mais energia, gerando duas vezes mais energia do que os parques eólicos onshore.

No entanto, por estarem localizadas no mar, é necessário a contração de embarcações especializadas para cada operação, cujo custo costuma ser muito alto. São necessários rebocadores para transportar as plataformas, ROVs para o suporte em operações de ancoragem e cabeamento, d embarcações gruas para içar as partes e realizar a montagem da turbina sobre a plataforma.

Outra vantagem é que os campos de energia eólica offshore tendem a produzir a maior parte da energia durante o dia, quando a demanda é geralmente mais alta, enquanto durante os turnos da noite e da manhã (quando a demanda cai), a maioria dos campos de petróleo em terra produz energia.


⇒ Participe dos nossos grupos do Telegram e fique atento a todas as notícias do mercado de energia, empregos, projetos e outros assuntos microeconômicos do Brasil. Nossas informações sempre são direto das fontes e atualizadas. Acesse o Nosso Telegram aqui.

Tags:
Roberta Souza
Engenheira de Petróleo, pós-graduanda em Comissionamento de Unidades Industriais, especialista em Corrosão Industrial. Entre em contato para sugestão de pauta, divulgação de vagas de emprego ou proposta de publicidade em nosso portal. Não recebemos currículos