Empresas do ramo de petróleo e gás devem movimentar cerca de 1,38 trilhão em 10 anos

Plataforma de Petróleo e Gás

Pensando em no crescimento futuro, as empresas irão investir pesado na área de petróleo e gás com apoio de órgãos do governo

Com investimentos para os próximos 10 anos, a indústria do ramo de petróleo e gás natural movimentará cerca de R$1,38 trilhão, de acordo com a Empresa de Pesquisa Energética (EPE) este órgão é responsável pelo planejamento do setor. Somente o segmento de exploração e produção de petróleo e gás natural vai ficar com 76% do total, com destaque para o pré-sal.

O montante de R$1,8 trilhão é a soma do setor elétrico (R$393 bilhões) e o de biocombustíveis líquidos (R$41 bilhões), segundo o Plano Decenal de Expansão de Energia. A pretensão é que a produção de petróleo no Brasil dobre nos próximos 10 anos, chegando na marca de 5 milhões de barris por dia (bpd), sendo mais de 70% extraídos do pré-sal onde a demanda deve ficar em 2,5 milhões de bpd estimando que os outros 2,5 milhões seja vendido para o exterior.

Continuando com os estudos da EPE, o demonstrativo do cenário em que o foco continua a ser a extração de petróleo bruto e não dos derivados de mais valor associado. O investimento previsto no período para este segmento é de R$ 34 milhões, o mesmo valor será destinado à produção de etanol nas usinas. Para 2027 estima-se que a produção doméstica de etanol suba para 45 bilhões de litros. Já em relação ao gás natural, o esperado é um aumento na produção de 65 milhões de m³ por dia para 111 milhões de m³ por dia.

Alerta sobre riscos de ruptura da Política da Petrobras SA no novo Governo

Avatar

About Sheila Soares

Formada em Técnico de Logística, com experiência em operações logísticas, técnica de materiais e com amplo conhecimento no mercado petrolífero, industrial e engenharia.