MENU
Menu
Início Crescimento da automação industrial no Brasil: perspectivas e desafios

Crescimento da automação industrial no Brasil: perspectivas e desafios

13 de dezembro de 2023 às 16:28
Compartilhe
Compartilhar no WhatsApp
Compartilhar no Facebook
Compartilhar no LinkedIn
Compartilhar no Telegram
Compartilhar no Twitter
Compartilhar no E-mail
Siga-nos no Google News
automação na indústria
Foto: Ana Luiza Faria

Ascensão da automação inteligente no setor industrial

O cenário industrial brasileiro está passando por uma transformação significativa com o aumento dos investimentos em automação inteligente. Estima-se que os gastos neste setor alcancem a marca de US$ 214 milhões, um crescimento de 17% em relação ao ano anterior, segundo o Instituto de Desenvolvimento Corporativo do Brasil (IDC). Este avanço reflete o crescente interesse das empresas em incorporar tecnologias que otimizem os processos produtivos.

A Revolução dos sistemas de planejamento

Na vanguarda dessa evolução estão sistemas como o MRP (Manufacturing Resource Planning) e ERP (Enterprise Resource Planning), que revolucionam o planejamento e a gestão dos recursos na indústria. O MRP permite calcular antecipadamente a quantidade necessária de materiais, enquanto o ERP integra dados de diferentes setores em uma única plataforma, facilitando a gestão empresarial e agilizando a tomada de decisões.

Artigos recomendados

Tecnologias avançadas em automação

Além dos sistemas MRP e ERP, a automação industrial abrange tecnologias como rede neural artificial (RNA), interface homem-máquina (IHM) e sistema de controle distribuído (DCS). Antonio Edson Pereira, gerente de Tecnologias da Bosch, destaca como a inteligência artificial (IA) tem melhorado a produtividade e eficiência, especialmente na redução de erros e no planejamento de estoques.

Indústria 5.0: humanos e máquinas em harmonia

O conceito de Indústria 5.0 ganha espaço, caracterizando-se pela colaboração entre humanos e máquinas. Combinando tecnologias como IoT (Internet das Coisas), IA, robôs colaborativos e manufatura aditiva, o objetivo é tornar os processos de fabricação mais sustentáveis e inclusivos. Diferentemente da Indústria 4.0, que se concentra na coleta de dados e automação, a Indústria 5.0 busca integrar as capacidades cognitivas e criativas dos trabalhadores à automação.

Integração e desafios no setor brasileiro

Ricardo Janes, doutor em Engenharia de Controle e Automação pela USP, enfatiza que a automação deve envolver a integração de todos os setores da indústria. No entanto, o Brasil ainda enfrenta desafios para se equiparar a líderes globais no setor, como Alemanha, Japão e Estados Unidos. A necessidade de aumentar o investimento em automação é crucial para a evolução do setor no país.

Vicente Gongora, coordenador de educação das Faculdades da Indústria, aponta desafios como a falta de mão de obra qualificada e o alto custo dos investimentos tecnológicos. Ele defende que a automação deve ser vista como uma ferramenta para aumentar a eficiência e reduzir custos, e não como uma solução única para todos os problemas do setor industrial.

Essa tendência de crescimento na automação industrial no Brasil representa uma oportunidade para modernizar o setor, aumentar a eficiência produtiva e se posicionar competitivamente no mercado global. Com a integração de tecnologias avançadas e a colaboração entre humanos e máquinas, a indústria brasileira se prepara para um futuro mais inovador e sustentável.

Fonte: Ana Luiza Faria – expertamedia.

Inscreva-se
Notificar de
guest
Para confirmar a sua inscrição e receber notificações quando alguém responder seu comentário, coloque o e-mail no-reply@clickpetroleoegas.com.br na lista de contato confiáveis, as vezes a mensagem pode cair na caixa de lixo/spam, então verifique nestas pastas também.
0 Comentários
Feedbacks
Visualizar todos comentários
Relacionados
Mais recentes
COMPARTILHAR
0
Adoraríamos sua opnião sobre esse assunto, comente!x