Menu
Início Conformidade à LGPD: O Desafio Brasileiro

Conformidade à LGPD: O Desafio Brasileiro

7 de junho de 2023 às 16:16
Compartilhe
Compartilhar no WhatsApp
Compartilhar no Facebook
Compartilhar no LinkedIn
Compartilhar no Telegram
Compartilhar no Twitter
Compartilhar no E-mail
Siga-nos no Google News

Desafio emergente: 80% das empresas brasileiras ainda não se adaptaram à Lei Geral de Proteção de Dados

No contexto empresarial brasileiro, a questão da segurança de dados é um desafio emergente. De acordo com o Grupo Daryus, consultoria especializada, apenas 20% das empresas no Brasil se encontram totalmente adequadas à Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD). Porém, o que se percebe é que o descumprimento dessa lei acarreta em consequências sérias, que vão além de multas onerosas.

Riscos da Não Conformidade e a Crescente Onda de Ataques Cibernéticos

Hackers se reinventam continuamente para explorar vulnerabilidades e monetizar através de ataques cibernéticos. Diante disso, nenhuma empresa está completamente a salvo, mesmo que tenha instalado em seus sistemas os melhores antivírus disponíveis no mercado.

Artigos recomendados

O risco não reside apenas na ameaça de um ataque, mas também no vazamento de dados que pode ocorrer após tal violação. Dados vazados, frequentemente, acabam sendo comercializados na dark web ou para terceiros. Isso sem falar na LGPD, que prescreve sanções severas para tais vazamentos, reforçando a necessidade de protocolos claros de proteção de dados.

No Brasil, um caso emblemático que ilustra o problema foi o da Cyrela, primeira empresa condenada no país por vazamento de dados sob a vigência da LGPD. Este incidente não apenas resultou em danos financeiros à empresa, mas também afetou sua reputação e a confiança dos consumidores na marca.

A Realidade Brasileira e a Urgência de Conformidade à LGPD

De acordo com um estudo realizado pelo Identity Theft Resource Center (ITRC), em 2021 nos Estados Unidos foram registradas 1.862 violações de dados. No Brasil, o cenário é ainda mais alarmante, a exemplo do episódio recente de vazamento de 160 mil chaves Pix pelo Banco Central.

O advogado Guilherme Guimarães, especialista em Gestão da Tecnologia da Informação e Comunicação pela UTFPR, alerta para os riscos que as empresas brasileiras correm ao não se adequar à LGPD. Além das multas, um vazamento de dados pode gerar publicidade negativa, suspensão das atividades e, em alguns casos, pode até resultar em ações judiciais.

Governança, Riscos e Conformidade: A Importância do Uso da Tecnologia

Nesse contexto, Josefina Gonzalez, presidente da Assepro-PR/Acate, reforça a importância da gestão de governança, riscos e conformidade (GRC). Segundo ela, é crucial que as empresas adotem tecnologias que auxiliem na adequação à LGPD, identificando riscos, implementando políticas e controles eficazes e oferecendo treinamento adequado à equipe.

Ela enfatiza que, ao se adequar à LGPD, as empresas não apenas cumprem a legislação, mas também demonstram preocupação com a privacidade, fortalecendo a confiança dos clientes e melhorando seu posicionamento no mercado.

Em conclusão, Guilherme Guimarães enfatiza: “As empresas precisam entender que por trás de cada dado pessoal, há uma vida. Dados pessoais nas mãos de pessoas mal-intencionadas podem arruinar a vida de um ou mais indivíduos”. Por isso, a conformidade à LGPD é uma questão não apenas legal, mas também moral.


Você quer receber apenas notícias e vagas de emprego do seu interesse? A solução chegou através do app CPG VAGAS E NOTÍCIAS! Se você é pintor, vai receber no seu celular apenas oportunidades neste cargo. E será assim com pedreiro, técnico, engenheiro e etc..... Não perca nada do que acontece no mercado de trabalho e econômico do Brasil, baixe agora o app CPG VAGAS E NOTÍCIAS, disponível para Android e IOS!

APP CPG VAGAS E NOTÍCIAS

Relacionados
Mais recentes
COMPARTILHAR
BANNER POPUP CPG VAGAS E NOTICIAS 2 Fechar